5 corpos são achados e mortos em desastre na Itália chegam a 11

5 corpos são achados e mortos em desastre na Itália chegam a 11

De acordo com a imprensa italiana os cadáveres foram encontrados na parte do navio que está submersa.

As equipes de resgate italianas localizaram mais cinco corpos no interior do navio Costa Concordia, que naufragou na sexta-feira (13), elevando para 11 o número oficial de mortos pela tragédia. Oficialmente continuam desaparecidos 29 pessoas cujas nacionalidades foram divulgadas mais cedo pelo governo.

De acordo com a imprensa italiana os cadáveres foram encontrados na parte do navio que está submersa, após as equipes terem tido acesso ao local por meio de explosivos detonados na manhã desta terça-feira.

O jornal "Corriere della Sera" diz que o novo saldo de mortos pelo desastre foi confirmado por membros da Guarda Costeira italiana.

Já o "La Stampa" diz que a lista de desaparecidos com a qual Giuseppe Linardi, prefeito da ilha de Giglio, trabalha, conta com 40 nomes, e não 29.

DESAPARECIDOS

Mais cedo o governo italiano divulgou a nacionalidade das 29 pessoas que continuam desaparecidas após o naufrágio do navio de cruzeiro. Entre os que ainda são buscados estão 25 passageiros e quatro tripulantes, sendo 14 alemães, quatro franceses, dois americanos, uma peruana, um indiano e um húngaro.

Até ontem (16) durante o dia as equipes trabalhavam com o número de 15 desaparecidos, mas à noite o comandante-geral da Capitania dos Portos italiana, Marco Brusco, atualizou a cifra para 29.

Entre a tripulação desaparecida estão a peruana Erika Soria, 26, que trabalhava como camareira. As últimas informações sobre seu paradeiro indicam que ela embarcou em um dos botes salva vidas mas desde então não foi mais vista.

Também integravam a equipe o húngaro que atuava como bailarino e o músico italiano Giuseppe Girolamo, que tocava em um dos restaurantes no momento do impacto com uma rocha, além do indiano, sobre o qual as agências de notícias não têm mais informações.

PASSAGEIROS

Os outro cinco italianos são William Arloti e sua filha de cinco anos, Maria D"Introna, Maria Grazia Trecanico e Lucia Virzi.

Os dois americanos são Gerrald Heil, 69, e sua mulher Barbara, 70.

Fonte: Folha.com