Ação coordenada da polícia evita que chinesa se jogue do 33º andar de um prédio

Ação coordenada da polícia evita que chinesa se jogue do 33º andar de um prédio

Um oficial amarrou uma corda em seu pé direito, enquanto outro segurava a perna esquerda

Após o fracasso de horas de negociação, a polícia chinesa acabou usando uma rápida ação coordenada para impedir o suicídio de uma jovem que se debruçou do 33º andar de um prédio em Changsa, na província de Hunan, na terça-feira (28).

Segundo a imprensa local, as autoridades passaram mais de 3 horas tentando persuadir a mulher de 24 anos a voltar para dentro do edifício residencial, porém sem sucesso. Foi quando a polícia decidiu tomar uma atitude mais incisiva.

Um oficial amarrou uma corda em seu pé direito, enquanto outro segurava a perna esquerda. Um terceiro policial segurou-a pelo braço e, com a ajuda de outros que estavam na sacada do andar de baixo, eles conseguiram tirar a mulher do local.

Na delegacia, ela reclamou da ação policial e falou sobre o que a levou a tentar tirar a própria vida. "Ninguém me ama, não tenho emprego, minha família me repreende. Estou desapontada com todos", disse a jovem, que não teve o nome revelado.

O caso lembrou outro salvamento similar na China, quando no ano passado uma mulher quis se jogar do sétimo andar mas foi salva por pessoas que a seguraram pelo vestido de noiva.


Ação coordenada da polícia evita que chinesa se jogue do 33º andar

Fonte: G1