Acidente com barco deixa mortos e dezenas de desaparecidos no Mali

Ao menos 20 pessoas morreram e 170 estão desaparecidas.

Pelo menos 20 pessoas morreram e cerca de 170 estavam desaparecidas apó um barco naufragar com passageiros e itens acima de sua capacidade no rio Niger, no Mali, disseram residentes locais e representantes oficiais neste sábado (12).

O barco viajava do norte de Mopti para a cidade de Timbuktu, quando afundou cerca de 4 quilômetros da cidade de Konna na noite de sexta-feira (11).

"Neste momento, nós recuperamos 20 corpos e 210 sobreviventes. Há também 10 feridos. Este número de mortos ainda pode subir", disse à Reuters Demba Tiemouga, um funcionário do governo local de Konna.

Um funcionário do hospital em Konna disse que acreditava-se que cerca de 400 passageiros poderiam estar a bordo do barco no momento do acidente. As operações de recuperação ainda estavam em andamento na tarde de sábado.

Estradas ruins e o custo relativamente elevado de viagem terrestre tornam as vias navegáveis da África Central e Ocidental importantes artérias de transporte. A aplicação das normas de segurança é fraca e os acidentes são comuns.

Tragédia na Itália

No dia 3 de outubro, um naufrágio junto à costa da ilha de Lampedusa de uma embarcação de imigrantes, em sua maioria originários da Eritreia, causou a morte de 359 pessoas, anunciou neste sábado (12) a imprensa italiana.

Cerca de uma semana após essa tragédia, um novo naufrágio ocorreu na sexta-feira (11) a cerca de 128 km de Lampedusa, em águas territoriais de Malta, e matou pelo menos 34 pessoas. Entre as vítimas estão várias crianças, segundo o primeiro balanço da Marinha da Itália, divulgado neste sábado.

Fonte: G1