Garoto enfrenta jornada de duas horas para não faltar à escola

Garoto enfrenta jornada de duas horas para não faltar à escola

Mesmo sendo um dos mais afetados pela tempestade, Ryan Panetta não perde um dia de aula.

Mesmo após ter sua casa em Nova York (EUA) destruída pelo furacão Sandy, os estudante Ryan Panetta, de 13 anos, não perde um dia de escola. Atualmente, o garoto vive com os pais e três irmãs em um apartamento com um único quarto. As informações são do The Huffington Post.

Em entrevista a CNN, Panneta contou que acorda as 5h30 para uma jornada de duas horas até sua escola temporária. Ainda assim, ele não perde um dia de aula.

? É bem difícil. Tenho que me ajustar a escola, os longos trajetos pela manhã, acordar realmente cedo para me preparar e ainda reconstruir a casa. É difícil. A casa está destruída e toda vez que eu olho para e é como ?Nossa, eu nunca pensei que uma tempestade pudesse fazer isso?.

Assim como a casa de Panetta, sua escola foi igualmente danifica por Sandy. No total, 200 das 1.400 escolas de Nova York foram danificadas pela tempestade, deixando-as impossibilitadas de funcionarem. Ryan Panetta é apenas um entre 5.400 alunos que tem assistido aula em outra escola.

A escola temporária de Ryan acomoda diversos estudantes deslocados. Por causa disso, as classes estão lotadas e foram canceladas as aulas artísticas e as realizadas nas quadras esportivas.

Ryan Panneta, no entanto, é imperturbável. Os professores dizem que ele é um estudante com uma ?atitude infecciosa? e forte vontade de ir a escola, apesar de ser um dos alunos mais afetados pelo furacão.

Durante a entrevista, Ryan disse que ?quando alguma coisa te coloca para baixo, é necessário se levantar?.

Fonte: R7, www.r7.com