África do Sul se prepara para receber líderes para o funeral de Mandela

O funeral de Estado de Mandela acontecerá no dia 15 em Qunu.

A África do Sul começou a se preparar para receber, na próxima semana, os vários líderes mundiais que irão ao país para assistir ao funeral de Estado do ex-presidente Nelson Mandela, que acontecerá no dia 15 de dezembro. A presidente Dilma Rousseff e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foram alguns dos primeiros a confirmar que viajarão à África do Sul para homenagear Mandela.

As agências de viagem consideram que será muito complicado encontrar quartos de hotel em Gauteng, província onde ficam as cidades de Johanesburgo e Pretória, durante os dez dias de luto pela morte do ex-presidente, que começaram nesta sexta-feira.

"Nos notificaram que, devido aos preparativos de vários governos e consulados, todos os hotéis em Gauteng estarão ocupados de 6 a 25 de dezembro", disse Eric Sakawsky, diretor da agência Corporate Traveller. "Portanto, haverá poucas hospedagens disponíveis em Johanesburgo e Pretória", acrescentou Sakawsky, citado pela agência sul-africana de notícias "Sapa".

O funeral de Estado de Mandela acontecerá no dia 15 em Qunu, no sudeste do país, cidade onde viveu na infância, informou ontem o presidente sul-africano, Jacob Zuma. Antes, no dia 10, vai acontecer no FNB Stadium (antes conhecido como Soccer City e que foi palco da final da Copa do Mundo de 2010), no bairro de Soweto, em Johanesburgo, a missa oficial pelo ex-presidente. O velório será realizado entre os dias 11 e 13 de dezembro no complexo Union Buildings, também em Pretória, sede do governo sul-africano.

Fonte: R7, www.r7.com