Aluno mata professor e policial a tiros e faz mais de 20 reféns em escola;veja

Incidente ocorreu em escola na periferia de Moscou.

Um estudante do ensino médio matou um professor e um policial a tiros e fez mais de 20 alunos reféns em uma sala de aula na periferia de Moscou nesta segunda-feira (3), antes de ser desarmado e detido, informou a polícia, a poucos dias do início da Olimpíada de Inverno de 2014, sediada na cidade russa de Sochi.

Em um raro incidente com arma de fogo em uma escola russa, o agressor entrou na escola que frequentava no norte de Moscou carregando um rifle e fez estudantes e um professor reféns durante uma aula de biologia, afirmou a polícia.

A polícia depois disse que ele foi preso, retirado da escola e mantido em uma viatura policial.

De acordo com o site de notícias Lifenews, ele primeiro atirou em um policial e então abriu fogo contra outros que chegaram ao local.

"A pessoa que fez 20 pessoas e um professor reféns é um estudante... na mesma escola. Ele foi neutralizado e todos os estudantes foram libertados", disse o porta-voz do Ministério do Interior Andrei Pilipchuk na TV estatal.

"Um policial foi ferido fatalmente durante a operação e morreu no hospital, e um professor da escola número 263 foi morto", disse ele.

O tiroteio causou pânico nos estudantes, que correram para a rua enquanto um helicóptero da polícia pousou no gramado coberto de neve ao redor da escola.

O incidente ocorre enquanto a Rússia está sob os holofotes mundiais, quatro dias antes da abertura da Olimpíada de Inverno de 2014, sediada no resort russo de Sochi, no Mar Negro. Grupos terroristas ameaçaram atacar durante os jogos.


Aluno é detido após matar policial e professor e fazer reféns na Rússia

Fonte: G1