Americano pode pegar um ano de prisão por matar poodle com soco

Americano pode pegar um ano de prisão por matar poodle com soco

Roteirista é acusado de causar dano no crânio que matou cão de estimação

Um roteirista de TV nos Estados Unidos pode pegar até um ano de prisão sob a acusação de ter dado um soco tão forte no poodle de estimação que provocou a morte do cão.

De acordo com o ?New York Post?, Ted Shuttleworth, de 51 anos, é suspeito de ter batido tão forte no poodle, uma fêmea de 5 anos e pouco mais de 2 kg, que provocou um trauma no crânio do animal, que morreu em seguida.

Conhecido nos EUA pelo trabalho no extinto programa ?NYPD Blue?, Shuttleworth chegou a levar a cadela a um veterinário, mas a morte levantou suspeitas e provocou uma investigação do ASPCA (Sociedade Americana de Prevenção à Crueldade com Animais, na sigla em inglês).

Após o exame de necropsia, um porta-voz da organização concluiu que ?Lola sofreu uma lesão no cérebro resultado de uma pancada do lado direito da cabeça pelas mãos de seu dono?.

O roteirista foi preso na manhã do último sábado (16) na casa dele, no Queens, em Nova York. Shuttleworth, que já trabalhou para Steven Spielberg, é também assistente administrativo na New York University.

A esposa dele, Isadora Monk, disse que o episódio foi ?um horrível acidente?.

Fonte: G1