Após ereção de 48 horas, homem pode ter seu pênis amputado

Ele foi levado ao hospital por sua mãe

Sem ter a sua identidade revelada, um jovem de 23 anos virou notícia após ter sido  hospitalizado em razão de uma 'maratona de relações íntimas' com sua namorada na praia de Salerno, ao sul da Itália.


Image title

Devido a uma ereção que durou cerca de 48 horas, o rapaz decidiu aproveitar enquanto pudesse e teve uma condição chamada de Priapismo, que precisa ser tratada rapidamente para evitar danos permanentes e costuma afetar homens que tomam Viagra. 

Em busca de restabelecer um recorde com o maior números de vezes que conseguiria ter relações com a sua namorada no menor intervalo de tempo, ele foi levado ao hospital por sua mãe.

Após cirurgia nesta quarta-feira (5), o médico responsável pelo seu tratamento afirmou que ainda é cedo para dizer se o pênis voltará ao normal ou será, de fato, amputado.

Fonte: Com informações do R7