Assassina inglesa, que iniciou os seus crimes aos 15 anos, revolta a família

A irmã de Joanna, Maria, é soldado do Exército e disse ao jornal que espera que sua irmã nunca mais veja a luz do sol novamente.

Inteligente, esportista e ótima musicista são algumas das características apontadas pela família de Joanna Dennehy quando ainda era uma ?menina comum? e sorridente (como vemos na foto) durante sua infância. No entanto, Joanna Dennehy ocupou o noticiário internacional depois de ser identificada e ter assumido o assassinato de três homens e de ter tentado matar mais dois na Inglaterra com facadas.

Em fotos divulgadas nas redes sociais pela própria Joanna Dennehy, ela aparece segurando uma faca enorme com a qual teria matado seus conterrâneos ? imagem muito diferente da menina sorridente de antes.

Segundo informações do Daily Mail, uma ex-prisioneira que encontrou Dennehy na cadeia, onde espera por sua sentença, disse que Joanna sente prazer em todo mundo saber o que ela fez.

A irmã de Joanna, Maria, é soldado do Exército e disse ao jornal que espera que sua irmã nunca mais veja a luz do sol novamente. ?Ela era uma garota amável, estudiosa. Meus pais a adoravam e confiavam nela. Mas, virou um monstro. (...) se envolveu com gente errada e começou a usar drogas?, contou. De acordo com Maria, sua irmã foi embora de casa aos 13 e começou a roubar seus pais aos 15 anos. Dennehy tem duas filhas, de 7 e 10 anos, com Gary Stretch, 47 anos, cúmplice da mulher nos assassinatos.


Assassina inglesa, que começou a cometer crimes aos 15 anos, revolta família

Fonte: Terra