Assassino sádico esfaqueou 30 vezes garoto de 4 anos e esperou pais chegarem para ouvir gritos

Assassino sádico esfaqueou 30 vezes garoto de 4 anos e esperou pais chegarem para ouvir gritos

Considerado como “selvagem e gratuita”, o crime chocou os policiais que não acreditavam na cena

O psicopata Anwar Rosser foi condenado à prisão perpétua pela morte brutal.

Considerado como ?selvagem e gratuita?, o crime chocou os policiais que não acreditavam na cena.

Ele era um ex-soldado que abusou da boa fé da família. Ele estava bêbado e Sharon Smith, mãe do garoto, o deixou passar a noite em sua casa por compaixão com seu estado deplorável. A família o deixou dormindo no sofá, mas às 4:00h da manhã ele subiu as escadas com quatro facas e deferiu inúmeros golpes.

?Três facas foram retiradas da cozinha que ficava no térreo, mas uma faca de cabo marrom não foi reconhecida por mim e deve ter vindo com ele?, disse Sharon no tribunal.

Ele esfaqueou o garoto dezenas de vezes enquanto dormia em sua cama, além de estrangulá-lo. O assassino esperou pacientemente no quarto até que seus pais chegassem. Seu objetivo era ver qual seria a reação dos pais ao encontrar o filho morto de um modo brutal.

?Eu concluo que, com base nesse catálogo terrível de lesões, esse foi um crime com motivação sádica?, disse o juiz do caso. ?A gravidade desse crime é tão excepcionalmente alta ao ponto dele nunca mais sair da cadeia e ficar por toda a vida?, disse.

No tribunal, ele não demonstrou nenhum remorso ou arrependimento. Ao total, foram 30 facadas.

?Eu sinto tanta culpa que o meu pobre filho teve que passar por essas coisas terríveis, porque o meu coração bondoso não queria deixar aquele monstro jogado na rua. Agora, meu coração bondoso me custou a vida do meu filho?, lamentou a mãe.

Fonte: Mirror