Assistente é  acusada de envenenar atriz mexicana

Assistente é acusada de envenenar atriz mexicana

A atriz venezuelana Gabriela Spanic, 36 anos, teria sido envenenada por uma assistente

A polícia mexicana prendeu uma mulher acusada de ter envenenado por quatro meses uma conhecida atriz de novelas venezuelana, Gabriela Spanic. Segundo a procuradoria de Justiça do Distrito Federal, no México, Marcia Celeste Fernández Babio, que era assistente de Spanic - conhecida no Brasil por protagonizar a novela mexicana A Usurpadora, transmitida pelo canal SBT na década de 90 - é suspeita de ter colocado cloreto de amônio nos alimentos e bebidas que a família da atriz consumia. Fernández Babio, que é argentina, foi presa acusada de "tentativa de quatro homicídios". Spanic, 36 anos, afirma que ela e sua família foram vítimas do envenenamento. A própria atriz diz que ela, seu filho, sua mãe e a babá da criança passaram mal e que sobreviveram porque procuraram um médico a tempo. Atualmente, a atriz interpreta o papel de vilã na novela mexicana Soy tu dueña ("Sou tua dona" em tradução livre). Spanic disse à polícia que contratou a assistente argentina em janeiro e a levou para morar em sua casa. Segundo um comunicado da promotoria, a partir de abril, ela, a mãe, o filho e um babá "começaram a ter problemas de saúde como vomito e dores de cabeça e de estômago". Após uma série de exames médicos, foi confirmado que eles apresentavam "altos índices de amônio" no sangue. A polícia disse que, a longo prazo, o envenenamento sistemático poderia provocar a morte. A polícia diz ter encontrado ampolas de cloreto de amônio no quarto da assistente e em sua bolsa. Spanic disse à polícia que começou a desconfiar da assistente ao ver que era a única que não passava mal e porque não comia ou bebia na casa. Fernández Babio foi presa na quinta-feira, ao retornar ao México da Argentina O caso só foi divulgado nesta segunda-feira.

Fonte: Terra, www.terra.com.br