Atentado mata ao menos 20 pessoas no Afeganistão

Atentado mata ao menos 20 pessoas no Afeganistão

Ataque reivindicado pelo Taleban contra comboio militar matou seis soldados da Otan

Ao menos 20 pessoas morreram, incluindo seis soldados da Otan (organização militar ocidental), e 47 ficaram feridas em um atentado suicida na cidade de Cabul, capital do Afeganistão, na manhã desta terça-feira (18), informou o Exército do país. De acordo com o jornal The New York Times, cinco das vítimas seriam militares americanos.

Testemunhas dizem que um suicida detonou o veículo carregado de explosivos contra um comboio da Otan, perto de um posto de recrutamento do Exército afegão, no oeste da capital.

O médico chefe do Exército do Afeganistão, Ahmad Zia Yaftali, disse que o número de vítimas pode aumentar nas próximas horas.

- No momento temos cinco corpos que foram levados ao hospital, mas o número de mortos é superior a 20. São todos civis. O balanço de mortos é muito elevado.

O porta-voz de um comando do grupo insurgente Taleban, Zabihuillah Mujahid, assumiu a autoria do atentado em ligação telefônica à agência France Presse.

- Reivindicamos este ataque. O atentado suicida com carro-bomba foi cometido por nosso mujahedin (combatente da guerra santa).

Mujahid afirmou, ainda, que os alvos do ataque eram os "invasores da Otan" e disse à agência Efe que o carro-bomba carregava 750 kg de explosivos.

O atentado aconteceu no bairro de Cabul que abriga o Parlamento, o Museu Nacional, um hospital administrado por tropas ocidentais, um ministério e o palácio Darul Aman.

De acordo com o Ministério do Interior do Afeganistão, a explosão pode ter causado danos a 15 veículos, dois deles pertencentes às forças estrangeiras.

A Otan emitiu um breve comunicado em que informa que está colaborando com as autoridades afegãs para "avaliar uma explosão que aconteceu esta manhã em Cabul". A polícia local isolou a área do atentado.

Fonte: R7, www.r7.com