Atirador perguntou na prisão como termina filme do Batman, diz jornal

"New York Daily" cita funcionário da cadeia em que James Holmes está

James Holmes, acusado de matar 12 pessoas e ferir 58 a tiros durante a exibição de estreia do mais recente filme do Batman num cinema do estado americano do Colorado, perguntou a um funcionário da prisão como termina o filme "O Cavaleiro das Trevas Ressurge", informa o jornal "New York Daily News" nesta quarta-feira (25).

Holmes parecia sinceramente curioso, contou ao jornal uma pessoa que presenciou o estranho incidente ocorrido na terça-feira na enfermaria da prisão do Condado de Arapahoe, onde o jovem de 24 anos se encontra detido em uma solitária.

"Como se não fizesse ideia de que havia algo de errado no que estava dizendo. Foi algo mórbido... Acho que está se esforçado para agir como um louco", acrescentou.

Com os olhos vidrados e a voz inexpressiva, Holmes teria perguntado a um funcionário da prisão: "Você viu o filme? Como termina?".

Holmes repetiu a pergunta depois que o funcionário não lhe deu atenção.

"Se tivesse dito isso para mim, teria sido muito difícil eu não bater nele", afirmou a testemunha não identificada.

Nesta quarta, também foi revelado que Holmes teria enviado um caderno "cheio de detalhes sobre como ia matar as pessoas" a um psiquiatra da Universidade do Colorado antes do ataque, mas o pacote permaneceu sem ser aberto em uma agência do correio.

O caderno de espiral foi encontrado na segunda-feira, quando a polícia revistou a agência em questão, informou a FoxNews.com.

"Havia desenhos do que ele ia fazer, desenhos e ilustrações do massacre", afirma ao site uma fonte policial não identificada.

Entre os desenhos, havia alguns mostrando seres humanos com armas de fogo disparando contra outras pessoas.

Não está claro quanto tempo o pacote ficou no correio e por que não foi entregue a seu destinatário, ou se foi descoberto antes do massacre de sexta-feira.

Uma fonte disse à Fox News que o pacote esteve na agência do correio desde 12 de julho, mas outra fonte assinalou que não pode confirmar que ele tenha chegado antes do massacre.

O primeiro funeral de uma vítima do massacre de Holmes, Gordon Cowden, 51 anos, foi realizado nesta quarta-feira, em uma igreja de Denver, em cerimônia fechada para a imprensa.

Holmes compareceu diante da justiça na segunda-feira e teve seu indiciamento marcado para o próximo dia 30.

Ele apareceu pela primeira vez em público ainda com os cabelos tingidos de laranja e permaneceu de cabeça baixa enquanto o juiz lia os documentos judiciais. Tinha uma fisionomia perdida e entristecida, pendendo a cabeça lentamente da direita para a esquerda.

Ele é acusado de ter matado 12 pessoas e de ter ferido 58 na sexta-feira no cinema "Century 16" de Aurora, subúrbio de Denver, durante a concorrida estreia à meia-noite do último episódio da trilogia Batman.

Holmes foi preso sem opor resistência no estacionamento do cinema. Depois de sua detenção, o suspeito foi colocado em isolamento para a sua própria proteção.

Além disso, a polícia precisou usar robô para realizar uma "limpeza" em seu apartamento repleto de explosivos.

Fonte: G1