Polícia confirma suicídio de atirador de escola primária e assassinato de sua mãe

Polícia confirma suicídio de atirador de escola primária e assassinato de sua mãe

O tenente Paul Vance também confirmou que Lanza primeiro assassinou sua mãe, em casa, antes de cometer o massacre

A polícia do Estado americano de Connecticut confirmou pela primeira vez o nome de Adam Lanza como responsável pelo massacre de sexta-feira em uma escola primária na cidade de Newtown. As autoridades confirmaram que sua mãe, Nancy Lanza, foi vítima de homicídio, morta pelo próprio filho, e que o atirador se suicidou. Centenas de tiros foram disparados, e cada arma em posso do assassino continha vários cartuchos de munição, afirmou o porta-voz da polícia estadual de Connecticut, Paul Vance. Centenas de balas ainda restavam depois do homicídio de 27 pessoas.

O tenente Paul Vance também confirmou que Lanza primeiro assassinou sua mãe, em casa, antes de cometer o massacre na escola Sandy Hook, onde executou meninas e meninos com entre seis e sete anos de idade com um fuzil de assalto. A principal arma de fogo utiliza por Adam Lanza para matar 20 crianças e seis adultos - além da própria mãe - foi um fuzil AR-15, o mais popular nos Estados Unidos. A arma é a mesma utilizada no massacre do Colorado, em julho, que resultou na morte de 12 pessoas durante a exibição de estreia do filme Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge. Para se suicidar, o assassino de Newtown utilizou uma das duas pistolas que carregava consigo, identificadas como uma Glock 10 mm e uma Sig Sauer 9 mm, além do rifle de assalto Bushmaster. Outra arma foi encontrada dentro do carro que ele dirigiu até a escola.

O coronel pediu respeito às famílias das vítimas e informou também que pessoas que abusarem das redes sociais com mensagens sobre o tiroteio serão processadas, sem porém fornecer detalhes sobre o tipo de conteúdo que seria punido. Não foram dadas pistas sobre as motivações do massacre: os detalhes só serão oferecidos quando as investigações forem concluídas, segundo o policial Paul Vance anunciou em entrevista coletiva realizada pouco antes das 19h (horário de Brasília) deste domingo.





























Fonte: Terra