Tragédia: avião com 126 cai no Paquistão; não há sobreviventes

Tragédia: avião com 126 cai no Paquistão; não há sobreviventes

O número de pessoas a bordo ainda é contraditório.

Um avião comercial de passageiros com pelo menos 126 pessoas a bordo caiu perto do aeroporto internacional Benazir Bhutto, em Rawalpindi, próximo a Islamabad, capital do Paquistão, nesta sexta-feira (20), segundo a polícia e as autoridades da aviação civil. De acordo com a polícia, ninguém sobreviveu à queda.

A aeronave, um Boeing, era da empresa local Bhoja Air. O número de pessoas a bordo ainda é contraditório. O porta-voz da companhia, Jaser Abro, disse que havia 126 passageiros e "até seis tripulantes". O avião vinha da cidade de Karachi, importante centro econômico do Paquistão, e teria caído por conta do mau tempo pouco antes do pouso. As TVs mostraram pedaços incinerados da aeronave em uma área residencial.

Saifur Rehman, um funcionário das equipes de resgate da polícia, afirmou que o avião caiu na localidade de Hussain Abad, a cerca de três quilômetros da principal estrada de Ismalabad.

"O fogo começou depois do acidente. Os destroços estão pegando fogo, o avião está completamente destruído. Viemos com equipes de bombeiros e holofotes e mais resgatistas estão vindo", afirmou Rehman à TV Geo.

Uma fonte do aeroporto afirmou que o avião estava planejado para pousar no aeroporto de Islamabad às 18h50 locais (10h50 de Brasília), mas perdeu contato com a torre de controle às 18h40 locais e caiu pouco depois, antes de chegar à pista.

Todos os hospitais das duas cidades, Rawalpindi e Islamabad, foram declarados em emergência para o atendimento de possóiveis vítimas.

152 mortos em 2010

Em julho de 2010, um Airbus A321 da companhia privada local Airblue caiu nas colinas de Margalla, perto de Islamabad, matando as 152 pessoas a bordo. Foi o acidente aéreo mais grave em 18 anos no país.

Fonte: G1