Avião com mais de 100 pessoas faz pouso forçado no mar, na Indonésia

Aeronave "mergulhou" no oceano; em pânico, as 108 pessoas a bordo tiveram de nadar até botes de resgate.

Passageiros de um Boeing 737 relataram os momentos dramáticos vividos dentro do avião depois que ele "pousou" no mar em Bali, na Indonésia, na tarde deste sábado.

"O avião mergulhou no oceano em alta velocidade. Todo mundo gritou e de repente a água começou a entrar no avião", contou Ignatius Juan Sinduk, de 45 anos, à agência de notícias AFP.

"Os passageiros entraram em pânico e começaram a buscar os coletes salva-vidas. Alguns passageiros caíram e outros passaram por cima deles. Foi um caos. Mas eu consegui pegar um colete salva-vidas e nadar até a costa", completou Sinduk.

"Todos os passageiros estavam gritando em pânico com medo de se afogar", disse à Associated Press Dewi, passageiro que ficou com ferimentos na cabeça.

"Corri para a porta de emergência deixando tudo o que levava para trás. Saí do avião e nadei até a equipe de resgate."


Avião com mais de 100 pessoas faz pouso forçado no mar, em Bali

O avião da Lion Air "pousou" no oceano depois de passar um pouco longe da pista do aeroporto.

Todos os 101 passageiros e sete tripulantes da aeronave sobreviveram à queda, mas hospitais locais ainda estão tratando 22 feridos no incidente - entre eles um passageiro que teria sofrido uma hemorragia cerebral e outros que têm ferimentos na cabeça e ossos quebrados.

No momento do acidente, cerca de 15 horas do horário local (4 horas da manhã em Brasília), caía uma chuva leve no local.

Após a queda, os passageiros tiveram de nadar para longe do avião usando coletes salva-vidas, enquanto equipes de resgate lançavam botes de borracha ao mar para buscá-los.

Fotos postadas no Twitter mostram a aeronave da Lion Air na água, com a fuselagem rachada, perto de uma fileira de pedras.

Bali é um destino popular entre turistas estrangeiros que visitam a Indonésia e a Lion Air é a maior companhia aérea comercial do país.

O avião fazia um voo doméstico quando o acidente aconteceu.

Fonte: G1