Avião de Michelle Obama descarta pouso após falha do controle

Avião de Michelle Obama descarta pouso após falha do controle

Os controladores da base de Andrews "perceberam que o avião cargueiro não teria tempo para decolar

Um avião que transportava a primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, foi obrigado a interromper um procedimento de pouso devido a um erro do controle de voo em terra, revela o Washington Post.

O incidente ocorreu na segunda-feira, na base aérea de Andrews (Maryland), a leste de Washington, quando o Boeing 737 com Michelle Obama e a mulher do vice-presidente Joe Biden, Jill, retornava de New York e teve o procedimento de pouso cancelado por causa de um avião militar de transporte C-17 que manobrava para decolar.

Segundo o Post, "responsáveis federais que investigam o caso" atribuem o incidente à falha de um controlador civil da região de Washington, que autorizou o pouso equivocadamente.

Os controladores da base de Andrews "perceberam que o avião cargueiro não teria tempo para decolar antes do pouso do avião presidencial e interromperam o procedimento de aterrisagem...", revela o Post, assinalando que a distância entre os dois aparelhos jamais foi inferior a 5 km.

O jornal e o canal ABC citaram, de forma anônima, fontes oficiais que atribuíram o perigoso incidente a uma falha de um controlador aéreo de uma torre de controle civil em Warrenton, Virginia (oeste).

Os controladores aéreos americanos protagonizaram nos últimos dias uma série de incidentes nos quais vários deles foram flagrados dormindo durante o trabalho, o que levou as autoridades a reorganizar as horas de descanso.

O diretor do controle aéreo americano renunciou na semana passada e FAA, a agência de aviação civil do país, prometeu grande reformas, em uma tentativa de recuperar a confiança pública.

Fonte: Terra, www.terra.com.br