Avião de NY a Moscou faz pouso forçado após ameaça de bomba

Um porta-voz do aeroporto de Keflavik, na Islândia, contou que 253 pessoas estavam a bordo do voo.

Um avião de passageiros que voava de Nova York a Moscou fez um pouso de emergência na Islândia nesta quinta-feira depois de uma ameaça de bomba a bordo feita por telefone, afirmou uma porta-voz da companhia russa Aeroflot.

"Houve uma ligação anônima dizendo que havia um artefato explosivo no avião, que já estava no ar", disse a porta-voz Irina Dannenberg. "O piloto tomou a decisão de aterrissar o avião e o fez com segurança. Uma busca estava sendo feita."

Um porta-voz do aeroporto de Keflavik, na Islândia, contou que 253 pessoas estavam a bordo do voo procedente do aeroporto internacional de Nova York John F. Kennedy. Uma autoridade do aeroporto Sheremetyevo de Moscou, o destino do avião, identificou o voo como sendo de número 103, da Aeroflot.

"A ameaça de bomba aconteceu em algum momento mais cedo de manhã e às 2h30 (horário de Brasília) o avião decidiu desviar para Keflavik. A aeronave pousou em segurança às 3h27", afirmou o porta-voz do terminal islandês, Fridthor Eydal.

A agência de notícias russa Interfax, citando uma fonte não identificada, disse que uma ligação anônima foi feita às agências policiais norte-americanas indicando que cinco malas estavam cheias de materiais explosivos e que explodiriam na chegada a Moscou.

Fonte: Terra