Boeing cai na Holanda com 134 passageiros a bordo

Não tem ainda a confirmação no numero de mortos

Um avião de passageiros da Turkish Airlines com 134 pessoas a bordo caiu próximo ao aeroporto internacional de Schiphol, a cerca de 20 km do centro de Amsterdã, nesta quarta-feira (25), deixando ao menos 20 feridos.

As autoridades do aeroporto disseram que uma pessoa morreu no acidente, mas a informação foi desmentida pelo ministro turco de Transportes, Binali Yildirim, e pela empresa.

A imprensa local noticia 5 mortes, mas não há confirmação oficial.

Equipes de resgate agem após queda de avião nesta quarta-feira (25) em Amsterdã. (Foto: AFP)

Veja mais fotos do acidente

Candan Karlitekin, chairman da empresa, disse que havia 127 passageiros -inclusive um bebê de colo- e sete tripulantes a bordo. Inicialmente, o aeroporto havia informado que 135 pessoas estavam na aeronave.

Segundo Karlitekin, os passageiros que ficaram feridos estavam na parte traseira da aeronave.

O acidente ocorreu durante uma tentativa de pouso, próximo ao aeroporto. O avião, um Boeing 737-800, voo TK 1951, vinha da cidade turca de Istambul e partiu-se em três partes.

"A aeronave caiu em um campo fora do perímetro do aeroporto", disse uma autoridade de Schiphol. "Todas as operações de resgate estão a pleno vapor no momento."

Imagens da TV holandesa mostram o avião no solo, com a fuselagem rompida próximo à cauda e rachada perto da cabine dos pilotos. O avião não pegou fogo.

O sobrevivente Huseyin Sumer disse à rede CNN Turk por telefone: "O avião partiu em três pedaços. Nós estamos ligando para as pessoas para dizer que a situação não é muito grave, mas pode haver mortos na parte frontal do avião".

Bombeiros e cerca de 30 ambulâncias estão no local para prestar socorro às vítimas. Cerca de 50 passageiros deixaram andando a aeronave logo depois da queda, com a ajuda das equipes de resgate.

O tráfego aéreo foi paralisado no aeroporto por conta do acidente.

Fonte: AE/G1