Bombardeio deixa 8 civis mortos em ônibus no leste da Ucrânia

O porta-voz disse mais tarde que forças do governo se retiraram do terminal novo do aeroporto, a parte principal do complexo

Ao menos oito civis foram mortos nesta quinta-feira quando um bombardeio atingiu um ônibus na cidade de Donetsk, controlada por rebeldes, no leste da Ucrânia, disseram autoridades locais e testemunhas.

O ataque, que destruiu um ônibus e explodiu janelas próximas, aconteceu após uma noite de combates intensos no principal aeroporto da cidade e coincidiu com negociações diplomáticas entre Ucrânia e Rússia.

O porta-voz militar Vladislav Seleznyov disse que 10 soldados ucranianos morreram durante a noite, seis deles no complexo do aeroporto, um alvo simbólico que tem sido cenário de combates intensos ao longo dos últimos meses entre forças do governo e separatistas apoiados pela Rússia.

O porta-voz disse mais tarde que forças do governo se retiraram do terminal novo do aeroporto, a parte principal do complexo.

"Continuamos a controlar a parte sul do aeroporto... deixamos o terminal novo porque parece uma peneira e simplesmente não tem lugar para se proteger lá", disse Seleznyov.

Não ficou claro que tipo de projétil atingiu o ônibus ou quem fez o disparo. Os dois lados trocaram acusações de culpa.

Um cinegrafista da Reuters viu seis corpos dentro do ônibus destruído e no entorno, em um bairro na região sul da cidade.

Autoridades regionais disseram que oito pessoas morreram no ataque, apesar de os rebeldes terem indicado que houve um número maior de vítimas.

O primeiro-ministro ucraniano, Arseny Yatseniuk, disse que o ataque foi cometido por separatistas e que a Rússia, que Kiev diz estar armando e dando apoio militar aos rebeldes, tinha responsabilidade.

Vladimir Kononov, uma autoridade separatista, disse: "Um grupo de sabotagem estava em ação. Esse grupo foi detido."

Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook

Fonte: Reuters