Cantora Amy Winehouse não tinha usado drogas antes de morrer, revela autópsia

Cantora Amy Winehouse não tinha usado drogas antes de morrer, revela autópsia

Segundo a família, os exames detectaram a presença de álcool no corpo da cantora.

Os testes toxicológicos realizados no corpo de Amy Winehouse após a autópsia revelaram que a cantora não tinha usado drogas ilegais no dia em que morreu, informa a agência Associated Press. A informação foi divulgada nesta terça-feira por um representante da família da cantora.

Segundo a família, os exames detectaram a presença de álcool no corpo da cantora, mas não explicaram se a bebida teve papel importante em sua morte. Ainda não foi determinada a causa da morte.

Amy Winehouse foi encontrada morta em sua casa, em Londres, em 23 de julho. Os resultados iniciais da autópsia foram inconclusivos.

Dias depois da morte de Winehouse, tabloides britânicos publicaram que a cantora tinha comprado cerca de R$ 3 mil em drogas na noite anterior.

Já a família da cantora afirmou que ela teria morrido em decorrência de uma forte abstinência de álcool, alegando que ela tinha parado de beber três semanas antes de morrer.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br