Cão que ajudou vítimas de terremoto na Itália visitará Papa

O terremoto deixou, ao todo, 293 vítimas fatais.

Leo, o cachorro que ajudou a localizar uma menina de quatro anos presa em escombros após o terremoto que atingiu a região central da Itália na semana passada, será recebido, junto a uma equipe de socorristas e voluntários, pelo papa Francisco no próximo sábado (3) no Vaticano.

O mundo ficou comovido com a história do resgate. Graças a ajuda do cão, a menina Georgia pode ser encontrada após passar cerca de 16 horas enterrada sob escombros em Pescara del Tronto, distrito de Arquata del Tronto que praticamente sumiu do mapa.

Sua irmã de dez anos, no entanto, não teve a mesma sorte. Ela foi encontrada morta ao seu lado, protegendo-a com seu corpo. Já seus pais também conseguiram escapar com vida.

Leo estará na Praça São Pedro junto a seu condutor, Matteo Palladinetti, e outras autoridades de Pescara del Tronto. O premier italiano, Matteo Renzi, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, já haviam recebido Leo, junto a um grupo de bombeiros, na última quarta-feira (31).

A reconstrução dos vilarejos devastados pelo terremoto do último dia 24 foram um dos temas abordados durante a reunião.

O terremoto deixou, ao todo, 293 vítimas fatais. São 232 mortos em Amatrice, 11 em Accumoli e 50 em Arquata del Tronto. Além disso, centenas de pessoas ficaram feridas. Até o momento, 2.900 pessoas estão desabrigadas nas regiões de Lazio e de Marcas, de acordo com dados da Defesa Civil.


Fonte: Com informações do Brasil Post