Carro-bomba deixa 8 mortos e 78 feridos na capital do Líbano

Causas do incidente em bairro cristão de Beirute ainda não estão claras.

Um carro-bomba explodiu na região leste de Beirute, no Líbano, durante a hora do rush da tarde nesta sexta-feira (19). Há pelo menos oito mortos e 78 feridos, segundo testemunhas e a agência oficial de notícias. A origem do atentado, no distrito de Ashafriyeh, de maioria cristã, ainda não está clara.



Um fotógrafo da France Presse observou dois prédios destruídos pela explosão em uma rua estreita perto da Praça Sassin.

Um dos edifícios ainda estava em chamas, enquanto funcionários da Cruz Vermelha ajudavam a resgatar vítimas.

Varandas foram arrancadas pela força da explosão, janelas foram estilhaçadas e carros foram esmagados pela queda dos destroços.

Muitos pais buscavam os filhos na escola na hora do ataque.

"Ouvimos uma forte explosão. A terra tremeu sob os nossos pés", afirmou Roland, de 19 anos, em meio a uma multidão de membros do exército, funcionários dos serviços de resgate e curiosos no local. É o primeiro grande ataque terrorista na cidade desde 2008.

Não ficou imediatamente claro se a explosão mirava alguma figura política específica da dividida comunidade do Líbano, mas ocorreu em um período de elevadas tensões entre facções libanesas, que estão em lados opostos no conflito da Síria.

A guerra na vizinha Síria, que já matou mais de 33 mil pessoas segundo a oposição, colocou a maioria de insurgentes sunitas contra o presidente Bashar al-Assad, que é da seita alauíta, ligada ao islamismo xiita.

A bomba explodiu na rua onde fica localizado o escritório do partido Falange cristão, que é anti-Assad.

Fonte: G1