Cirurgiões usam sanguessugas para recolocar orelha de uma mulher que foi atacada por pitbull

Cirurgiões usam sanguessugas para recolocar orelha de uma mulher que foi atacada por pitbull

Graças ao tratamento curioso a paciente teve uma recuperação completa, ficando apenas com uma pequena cicatriz no local.

Uma mulher que foi atacada por um cão da raça pitbull teve que passar por uma operação para recolocar sua orelha decepada pelo cão. Para isso, os cirurgiões contaram com a ajuda de sanguessugas.

Segundo informações, o médico Stephen Sullivan conseguiu encontrar uma pequena artéria que poderia ligar à parte arrancada a fim de que o sangue oxigenado chegasse a ela e mantivesse toda a orelha viva. Apesar disso, ele não foi capaz de encontrar uma veia para drenar o sangue desoxigenado do ouvido.

O médico, então, decidiu usar sanguessugas para drenar o sangue ?pobre?. Graças ao tratamento curioso a paciente teve uma recuperação completa, ficando apenas com uma pequena cicatriz no local.

Como era apenas a parte externa do ouvido, a audição da vítima não foi afetada. A mulher teve que passar duas semanas no hospital até receber alta.



Fonte: Daily Mail