Coreia do Norte culpa EUA por produzir "A Entrevista" e ameaça atacar Casa Branca e Pentágono

Além disso, ameaçou atacar símbolos do poder americano.

Nesta segunda-feira (22) A coreia do Norte , por meio de um comunicado, culpou o governo dos Estados Unidos pela produção do filme “A Entrevista”. O governo norte-coreanoo ameaçou atacar símbolos do poder americano: Casa Branca e Pentágono.


"O Exército e o povo da RPDC (Coreia do Norte) estão completamente preparados para um confronto com os EUA em todos os espaços de guerra, incluindo a cibernética para atacar essas cidadelas. (...) Nosso mais duro contra-ataque será dirigido à Casa Branca, ao Pentágono e a todo o território continental dos Estados Unidos", diz o comunicado.

Na semana passada, a responsável pelo filme, a Sony, teve sistema invadido por hackers. No entanto, no comunicado, o regime nega qualquer envolvimento com o ciberataque contra a Sony. A comédia fala de um plano fictício da CIA para assassinar Kim Jong-Un, que é líder da Coreia do Norte.

Após a Sony cancelou o lançamento do filme, os coreanos comemoraram a decisão: "Os EUA fazem chamados para combater o terrorismo no mundo, mas planejam atrás das cortinas a produção e distribuição de filmes que incitam a prática em vários países do mundo”, disse o texto.

Fonte: Veja