Corpo de homem foi rejeitado na doação de órgãos por ele ser gay

Corpo de homem foi rejeitado na doação de órgãos por ele ser gay

Seu companheiro desabafou no Facebook: "Eu acho que é muito preconceito esse tratamento"

Rohn Neugebauer, de 48 anos, morreu repentinamente de ataque cardíaco em Pittsburgh, Pensilvânia, nos EUA.

Apenas alguns meses antes, ele e seu parceiro tinham realizado um levantamento de fundos para o Centro de Recuperação e Educação de Órgãos em seu salão de cabeleireiro, para que seus entes queridos soubessem que ele queria doar seu corpo para salvar outras pessoas.

Então, eles ficaram surpresos quando funcionários da mesma instituição disseram que não ele não poderia ser um doador por causa de sua sexualidade.

?Eu realmente estou sem palavras?, disse Dan Burda, parceiro de Rohn em entrevista à CBS. ?Eu sinto que minhas córneas, pele e tecidos não são diferentes de quais pessoas...?, complementou.

A irmã de Rohn disse que um funcionário ficou lhe fazendo centenas de perguntas, inclusive se ele havia tido relacionamento homossexual nos últimos 5 anos. Ela ainda afirma que quando o funcionário soube que ele tinha um relacionamento gay, foi recusado como doador.

Por ter sofrido um ataque cardíaco, Rohn ficaria impossibilitado de doar seus órgãos, mas os tecidos como a pele e suas córneas poderiam ter sido usadas.

De acordo com a CBS, a instituição aceita órgãos de homossexuais porque se tratar de algo ?de extrema urgência?, mas não aceita tecidos porque temem que exista um risco de infecção para as pessoas que receberão a doação.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças, nos EUA, disse: ?Homens que tiveram relações sexuais com outro homem nos últimos 5 anos devem ser excluídos, independentemente dos resultados de teste de anticorpos de HIV?.

O Centro ainda afirma que o risco de transmissão do HIV é tão alto que as doações de gays devem ser rejeitadas, a menos que o risco de vida seja considerado mais importante do que a possível transmissão da doença ou quando o doador gay é o único disponível naquele momento.

Os heterossexuais não enfrentam nenhum tipo de preconceito sobre seus órgãos no momento da doação.

Seu companheiro desabafou no Facebook: ?Eu acho que é muito preconceito esse tratamento. Isso implica dizer, basicamente, que todos os homossexuais têm AIDS e HIV?.

A imprensa local condenou o comportamento do Centro de Controle, especialmente porque o casal arrecadou quase R$ 15.000 em doações.

Nos EUA, existem mais de 120.000 pessoas à espera de órgãos para salvar suas vidas.


Corpo de homem foi rejeitado na doa鈬o de g縊s porque ele era gay

Corpo de homem foi rejeitado na doa鈬o de g縊s porque ele era gay

Fonte: DailyMail