Localizado destorços de avião desaparecido na Indonésia; fotos

Localizado destorços de avião desaparecido na Indonésia; fotos

Helicóptero que sobrevoava uma região montanhosa encontrou a aeronave.

O avião Superjet 100 do construtor russo Sukhoi que desapareceu na quarta-feira (9) com cerca de 50 pessoas a bordo foi localizado nesta quinta (10) em uma região montanhosa ao sul de Jacarta, na Indonésia, informou um porta-voz do Exército.

"Um helicóptero Super Puma localizou o Sukhoi na manhã desta quinta-feira", disse o porta-voz da base aérea de Bogor, Ali Umri Lubis.

"O avião foi encontrado. Seus destroços foram avistados pelo helicóptero. Está confirmado que são do Sukhoi", garantiu Ketut Parwa, responsável da Defesa Civil na aldeia de Cidahu, situada na região montanhosa e que serve de base às operações de busca.

O Superjet 100, a esperança da aviação civil russa, fazia um voo de demonstração e desapareceu dos radares pouco antes das 15h00 local (5h de Brasília) de quarta-feira sobre o monte Salak, de 2.211 metros de altitude, ao sul de Jacarta.

O Sukhoi levava 44 pessoas a bordo - oito membros da tripulação russa e 36 passageiros -, declarou o assessor da embaixada russa em Jacarta, Dmitry Solodov. A embaixada da França disse que havia um francês a bordo.

O representante na Indonésia da Sukhoi afirmou, no entanto, que havia 50 pessoas a bordo, entre elas oito membros da tripulação, pilotos e engenheiros russos, assim como membros do construtor aéreo.

De acordo com a CNN, após os pilotos pedirem permissão para descer de 10 mil para 6 mil pés, os controladores de voo perderam contato. O avião, segundo a emissora, sumiu dos radares quando atingia uma altitude de 6,2 mil pés.

O voo de demonstração, o segundo do dia, era parte de um tour por seis países asiáticos, como parte de uma campanha de publicidade que o fabricante realiza em vários países, clientes potenciais, como Paquistão, Mianmar, Laos e Vietnã.

O Superjet 100 foi o primeiro jato fabricado pela Sukhoi, uma fabricante de aviões militares. O avião de porte médio tem capacidade para 103 passageiros. Estão previstos a construção de 1.000 aeronaves do mesmo modelo.

Fonte: G1