EI executa casal a pedradas por sexo antes de casamento

Uma multidão é vista assistindo ao apedrejamento na cidade controlada pelo grupo

Fotos chocantes divulgadas pelo Estado Islâmico revelam a cena da execução a pedradas de um casal jovem na cidade de Mossul, Síria, realizada por doze terroristas. Segundo o The Mirror, um dos jihadistas lê uma mensagem afirmando que a mulher e o homem, que têm cerca de 20 anos, cometeram “fornicação”, mantendo relações sexuais antes do casamento.


Uma multidão é vista assistindo ao apedrejamento na cidade controlada pelo grupo. As duas vítimas estão ajoelhadas e vendadas e recebem pedradas em todos os lugares do corpo. De acordo com a publicação, a mulher morreu pouco antes do homem – levando três pedradas.

 Os jihadistas puderam ser vistos carregando sacolas cheias de pedras e as colocam na rua, onde a execução aconteceu para o público. As vítimas ficam caídas, mergulhadas em sangue, enquanto as pessoas observavam.

Nos últimos meses, cenas de brutalidade como esta têm sido divulgadas pelo grupo terrorista, tais como a execução de homens gays, que são jogados do alto de prédios na Síria.

 

Fonte: TERRA