Mulher tentava vender a filha para poder se prostituir na Europa; veja

Mulher tentava vender a filha para poder se prostituir na Europa; veja

Filha seria vendida por R$ 1.500, um notebook e mais dez parcelas de R$ 200

A mulher que denunciou que um casal tentava vender a filha pela internet em Pernambuco, informou que a suspeita alegou que precisava de dinheiro porque queria ir morar na Europa, onde trabalharia como garota de programa. O casal foi preso na noite desta terça-feira (17) na estação do metrô de Jaboatão, em Recife (PE), quando entregariam a menina a uma mulher de Campina Grande (PB).

A estudante de serviço social viu o anúncio da criança em uma página de uma rede social sobre adoção que costuma entrar para fazer trabalhos científicos. Resolveu, então, se passar por compradora e ofereceu R$ 1.500, um notebook e mais dez parcelas de R$ 200. A mãe da menina aceitou.

? Primeiro ela pediu uma ajuda de custo. Ofereci R$ 200 e ela afirmou que não venderia por esse preço porque chegaram a oferecer R$ 5.000. Ela falou que tinha que ?se livrar? da menina até o dia 15 de outubro porque ia para a Espanha, onde faria programa.

A estudante procurou o Ministério Público e a Polícia Civil e foi feita a detenção. Na delegacia, a mãe da menina confirmou que queria dinheiro para se prostituir na Europa. O pai, que é mototaxista, não participou das negociações, mas foi entregar a criança no metrô. Ele afirmou que só falará em juízo.

O Conselho Tutelar recolheu a menina e outra filha do casal. Elas foram levadas para um abrigo de Recife.

Fonte: r7