"Ele atirou em quem aparecia pela frente", diz testemunha de tiroteio nos EUA

Segundo a rede de TV americana CNN, a polícia revisou e corrigiu o número de mortos inicialmente divulgado, 14.

Testemunhas do tiroteio que deixou ao menos 12 mortos e mais de 30 feridos em um cinema no Estado do Colorado, nos Estados Unidos, relataram que o atirador agiu ?calmamente? antes de abrir fogo na madrugada dessa sexta-feira (20). As vítimas assistiam à estreia do filme ?Batman, o Cavaleiro das Trevas Ressurge? em uma sessão especial que havia começado à meia-noite, no subúrbio de Denver.



Segundo a rede de TV americana CNN, a polícia revisou e corrigiu o número de mortos inicialmente divulgado, 14. Entre os feridos, segundo o hospital da Universidade do Colorado, há um bebê de apenas três meses de idade. O número de vítimas não fatais também foi corrigido --inicialmente, estava em 50 feridos.

Hoje de manhã, o porta-voz do FBI, Jason Pack, disse à rede de TV CNN que o caso não parece estar relacionado a um ato de terrorismo. Já o chefe de polícia Dan Oates, que confirmou o número de mortos e feridos, disse não haver evidências de um segundo atirador.

Segundo testemunhas relataram à BBC, o atirador estava mascarado e lançou uma bomba com um gás não identificado antes de abrir fogo contra a multidão. Uma delas, que estava dentro da sala atacada, chamada Pam, disse que 30 ou 40 minutos depois do início do filme um homem entrou pela porta direita que ficava perto da primeira fila.

"Ele atirou no ar, então comecei a ouvir o "bang, bang, bang" de um revólver. Eu engatinhei, abaixada entre a fila de cadeiras, e por sorte estava perto da saída, então consegui escapar rapidamente. Ouvi mais tiros à medida que fugia", disse a testemunha. "Tenho quase certeza que ele estava usando uma máscara. Ele jogou um cilindro para o alto, podia ser uma bomba de gás, ou de gás lacrimogêneo", disse.

À CNN, outra testemunha declarou que o homem "subiu calmamente as escadas (da sala de cinema) atirando em quem aparecia pela frente".

Fonte: UOL