Cineasta sueco vencedor do Oscar é encontrado sem vida em sua casa

Cineasta sueco vencedor do Oscar é encontrado sem vida em sua casa

De acordo com a polícia de Solna, região metropolitana de Estocolmo, não há indícios de crime

O cineasta sueco, Malik Bendjelloul, que teve o seu trabalho "Procurando Sugar Man" (Searching for Sugar Man) premiado com o Oscar de melhor documentário 2013, foi encontrado morto na noite desta terça-feira (13). Malik tinha 36 anos.

De acordo com a polícia de Solna, da região metropolitana de Estocolmo, não há indícios de crime. O irmão do cineasta, Johar Bendjelloul, falou sobre a perda ao jornal sueco Aftonbladet.

? Eu posso confirmar que o meu irmão está morto. A família quer estar sozinha em sua dor.

A notícia da morte súbita foi recebida com choque e grande tristeza muito além das fronteiras suecas. Apesar de sua pouca idade, Malik Bendjelloul já era reconhecido como um dos documentaristas suecos mais bem sucedidas de todos os tempos.

O reconhecimento internacional veio no ano passado quando Malik ganhou um Oscar com seu filme de estréia sobre o cantor americano Sixto Rodriguez. Um filme que ele conseguiu concluir usa0ndo todas as suas economias e através de empréstimos de amigos.

? Ele foi um grande cineasta. Sua morte prematura é uma grande perda.

Malik Bendjellou nasceu em 14 de setembro de 1977 na cidade de Ystad, na província de Skåne, ao Sul da Suécia. Iniciou a carreira como ator mirim na série de TV "Ebba e Didrik", em 1990. Ele também trabalhou na empresa de produção Barracuda Film & Television e no Magazine de Cultura "Cobra" da SVT - Televisão Pública da Suécia.

O cineasta sueco que estudou Jornalismo e Produção de Mídia atualmente estava dedicado aos trabalhos de um novo documentário, desta vez sobre Lawrence Anthony, o homem que podia falar com os elefantes.

Fonte: r7