Engenheiro morre sugado por motor de avião na Nova Zelândia

Um porta-voz da Air New Zealand informou que o motor não estava fixo no avião

Um engenheiro de 51 anos que estava trabalhando em um centro de testes de aeronaves na Nova Zelândia morreu ao ser sugado por um motor, informou nesta segunda-feira a companhia aérea Air New Zealand.

Segundo a empresa aérea da Nova Zelândia, o homem estava realizando uma manutenção de rotina em um avião Hércules Lockheed C-130 no campo aéreo Woodbourne, em Blenheim, quando foi sugado pelo motor em movimento.

Um porta-voz da Air New Zealand informou que o motor não estava fixo no avião no momento do acidente.

Fonte: Extra, extra.globo.com