Erupções do vulcão Merapi já mataram 102 pessoas na Indonésia

Erupções do vulcão Merapi já mataram 102 pessoas na Indonésia

Mais de 150 mil pessoas foram retiradas de locais de risco.

O vulcão Monte Merapi, na Indonésia, entrou em erupção com mais intensidade nesta sexta-feira (5), causando a morte de ao menos 58 pessoas, o que elevou a cifra de mortes para 102 e deixou a região coberta por pó branco.

Localizado nos arredores da cidade de Yogyakarta, na ilha de Java, o Monte Merapi começou a expelir na semana passada nuvens de cinza e gás superquente, letais para a população.

As erupções causaram a morte de 102 pessoas desde a semana passada e forçaram a remoção de mais de 150 mil, disse o ministro-chefe do bem-estar social.

Coberta de cinza, mulher é retirada de área próximo à localidade indonésia de Argomulyo nesta sexta-feira (5) por conta da erupção do vulcão Merapi.

Verdureiros usam máscaras e roupa especial durante trabalho de entrega de alimentos a afetados pela erupção do vulcão na cidade de Magelang, nesta sexta (5)

Os corpos queimados foram levados ao hospital Sardjito, de Yogyakarta, nesta sexta-feira, segundo o médico Rizal, de uma unidade policial de identificação, citado pela Metro TV, uma emissora local.

"É possível que a cifra de mortos aumente à medida que continuarmos as buscas por mais vítimas", disse o dr. Rizal, que, como a maioria dos indonésios, só usa um nome.

Cerca de 200 pessoas ficaram feridas desde o início das erupções, segundo as autoridades indonésias.

O aeroporto internacional de Yogyakarta está fechado e os voos foram desviados para a cidade próxima de Solo. "Está muito pior do que no passado. Não podemos prever o comportamento do vulcão", disse o principal vulcanologista do Paes, Surono.

Fonte: g1, www.g1.com.br