Estado Islâmico mostra foto de bomba improvisada que derrubou avião

Todas as 224 pessoas que estavam a bordo morreram no acidente.

Uma revista do Estado Islâmico divulgou uma foto nesta quarta-feira (18) do que afirma ser a bomba improvisada que derrubou um avião de uma companhia aérea russa sobre a península do Sinai, no Egito, no mês passado. Todas as 224 pessoas que estavam a bordo morreram no acidente.

A foto mostra uma lata de refrigerante Schweppes Gold e o que parece ser um detonador e um interruptor num fundo azul.

O grupo publicou ainda uma foto do que afirma serem passaportes que pertenciam a russos mortos "obtidos pelos combatentes da guerra santa".

Não foi possível verificar imediatamente a autenticidade das fotos divulgadas online na revista Dabiq. De acordo com o relato do grupo, a bomba foi plantada na aeronave no aeroporto de Sharm al-Sheikh. Segundo o Estado Islâmico, o plano inicial era derrubar um avião pertencente a um país participante da coalizão liderada pelos EUA. O grupo teria mudado de ideia quando Moscou iniciou sua própria campanha de ataques aéreos na Síria.

Image titleO grupo afirmou ainda que colocou a bomba no avião russo depois de descobrir uma brecha na segurança do aeroporto de Sharm al-Sheikh.

O Estado Islâmico anunciou também na revista ter matado um chinês e um norueguês mantidos reféns, mostrando fotos que pareciam ser de homens mortos com uma faixa dizendo "executados".

Em sua edição anterior da Dabiq, o grupo havia dito que os dois reféns estavam "à venda".

 


Fonte: Brasil Post