Trump x Hillary: Estados Unidos elegem hoje seu novo presidente

Votação começa às 9h, no horário de Brasília, e dura o dia todo.

Trump acompanha a contagem de votos em NY

O candidato republicano Donald Trump publicou no Twitter uma imagem de sua família, acompanhada do candidato a vice em sua chapa, Mike Pence, acompanhando a contagem de votos do Colégio Eleitoral nos Estados. Até o momento, ele lidera a disputa contra a democrata Hillary Clinton

 Donald Trump
Donald Trump


"O que quer que aconteça nesta noite, obrigada por tudo", diz Hillary durante apuração

Durante a apuração dos resultados da votação nos Estados era anunciada, a candidata democrata Hillary Clinton publicou um post no Twitter agradecendo sua equipe. "Esta equipe tem tanto para se orgulhar. O que quer que aconteça nesta noite, obrigada por tudo", disse a ex-secretária de Estado.

Hillary Clinton
Hillary Clinton



Hillary Clinton vence em Nova York

A candidata democrata, Hilllary Clinton, venceu no Estado de Nova York, segundo projeções da imprensa americana. Ela soma agora 97 votos no Colégio Eleitoral. Vale lembrar que NY também é o Estado do republicano Donald Trump.

Segundo projeções, Hillary lidera a disputa no Colégio Eleitoral com 68 votos

Segundo projeções da imprensa americana, a democrata Hillary Clinton assumiu a liderança na contagem de votos do Colégio Eleitoral. Além da vitória em Vermont (3 votos), ela deve ganhar nos Estados de Illinois (20), Nova Jérsey (14), Maryland (10), Rhode Island (4), Delaware (3), Massachusetts (11) e D.C. (3). No total, Hillary tem 68 votos no Colégio Eleitoral. Ela precisa somar 270 para garantir a presidência dos EUA.

Trump leva Oklahoma, Tenessee e Mississipi, mas Hillary lidera placar da eleição

Projeções da imprensa americana dão a vitória para o republicano Donald Trump nos Estados de Tenessee (11 votos no Colégio Eleitoral), Mississipi (6) e Oklahoma (5). O placar da eleição, agora, aponta vantagem de Hillary Clinton: 68 votos a 48.

Trump fica #xatiado com voto em branco de George W. Bush

Em uma entrevista a uma radio, Donald Trump disse ter ficado "triste" pelo fato de o presidente George W. Bush não ter votado nele. O republicano admitiu ter votado em branco, assim como sua mulher, Laura. "Eu acho que é triste ver George Bush fazer isso. Mas acho que não tem nenhum impacto, francamente. Não tem nenhum impacto."

Apuração começa na Flórida com Trump na liderança

As primeiras urnas do Estado da Flórida, um dos cruciais na disputa desta noite, começaram a ser apuradas com o candidato republicano Donald Trump na liderança. Com a contagem de 15% dos votos, a maior parte delas na região norte do Estado, Trump aparece com 51%; Hillary tem 46,6%. A Flórida tem 29 votos no Colégio Eleitoral em jogo.

Centro de votação é fechado após suposto tiroteio

Um centro de votação em Azusa, nos arredores de Los Angeles, na Califórnia, foi fechado depois de um tiroteio na área. Segundo a rede CNN, duas pessoas ficaram feridas. Eleitores que estavam no local de votação disseram ter escutado tiros e foram orientados pela polícia a não deixar o local. Não há mais informações sobre o incidente


Trump larga na frente com 19 votos no Colégio Eleitoral; Hillary tem 3

O candidato republicano Donald Trump largou na frente na disputa pela Presidência dos EUA. Segundo projeções da imprensa americana, ele venceu a democrata nos Estados de Indiana (11) e Kentucky (8), tradicionalmente republicanos, e amealhou 19 votos no Colégio Eleitoral. Hillary Clinton teria batido o rival em Vermont e somado 3 votos.


Atualizada às 14:04

O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump chegou para votar em Nova York e uma grande fila de simpatizantes o esperavam no centro de votação em Manhattan.

Trump chegou acompanhado de sua esposa, a ex-modelo Melania Trump. Segundo alguns relatos o local de votação teria ficado fechado por uma hora para que o candidato republicano votasse e isso ocasionou filas longas para eleitores.

Candidato republicano Donald Trump chega para votar acompanhado da sua esposa
Candidato republicano Donald Trump chega para votar acompanhado da sua esposa


Muitos jornalistas se encontravam nolocal e perguntaram ao candidato republicano se ele sabia como andaa a luta por votos nos estados decisivos, no que ele respondeu:

— Muito bom. Tudo está muito bom. É apenas muito bom, falando de modo geral.

O magnata saiu do centro de votação por volta das 11h10 no horário local. Na saída, ele foi vaiado. A região está lotada de eleitores, curiosos e jornalistas.

Tanto Trump como Hillary são eleitores de Nova York e acompanharão a votação na cidade, a apenas 2,5 quilômetros de distância um do outro.

Atualizada às 12:26

A candidata democrata à Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, registrou seu voto na manhã desta terça-feira, em uma escola de Chappaqua, em Nova York. Embora as eleições americanas não sejam diretas, nas primeiras horas de quarta-feira, Hillary Clinton ou Donald Trump já poderá ser considerado o 45º presidente do país. A posse acontece no dia 20 de janeiro.

Hillary Clinton
Hillary Clinton


Votação

Os horários de votação variam muito entre os 50 estados americanos, já que seguem seis fusos diferentes. Dez estados serão os primeiros a abrir suas seções, às 6h ou 6h30, que corresponde às 9h ou 9h30 de Brasília.

Como a votação acontece em um dia da semana, os postos eleitorais ficam abertos por um período bem maior do que no Brasil. Em Nova York, por exemplo, abrem às 6h e recebem eleitores até as 21 horas.

Tradição


Em Dixville Notch, um vilarejo de New Hampshire, como manda a tradição, sete pessoas se reuniram para votar à meia-noite (no horário local). A apuração foi rápida: quatro votos para a democrata Hillary Clinton e dois para o republicano Donald Trump. O candidato liberal, Gary Johnson, recebeu um voto e a curiosidade ficou por conta de uma cédula que recebeu o nome do republicano Mitt Romney, candidato derrotado nas eleições de 2012.

Resultados


O resultado deve ser conhecido apenas na madrugada de quarta-feira, como nas eleições anteriores. A exceção foi o pleito de 2000, quando foi necessária a recontagem em alguns distritos, o que atrasou o anúncio.

 O voto não é obrigatório, mas os eleitores interessados precisam ter se registrado com antecedência. De acordo com o Pew Research Center (PRC), mais de 225 milhões de americanos estão aptos para votar e, neste ano, a participação dos latinos será recorde.



Donald Trump e Hillary Clinton (Crédito: Reprodução)
Donald Trump e Hillary Clinton (Crédito: Reprodução)

Pesquisas


Uma pesquisa ABC News/Washington Post divulgada na segunda-feira mostrou Hillary liderando por 4 pontos, com 47% das intenções de voto, contra 43% de Trump.

Em uma série de pesquisas divulgadas nesta segunda, Hillary Clinton lidera as intenções de voto. O site Real Clear Politics lista oito pesquisas em que os eleitores não consideraram outros candidatos além dos dois, e Trump aparece na frente em apenas uma, do LA Times/USC Tracking, com vantagem de 5 pontos.

Nas outras sete, Hillary lidera por uma margem que vai de 1 ponto (IBD/TIPP Tracking) a 7 pontos (NBC News/SM). CBS News, Fox News dão a ela 4 pontos de vantagem, Bloomberg e ABC/Washington Post apontam 3 e Monmouth 6.

O site Huffington Post calculou a média entre 375 pesquisas de 43 fontes e atribuiu, também na véspera da votação, 47,5% para a democrata e 42,3% ao republicano.

As pesquisas consideram as intenções de voto dos americanos, mas o candidato eleito não necessariamente será aquele que conseguir o maior número de votos populares em todo o país. Isso porque a eleição não é direta, mas funciona através de um processo complexo, que envolve os estados e é chamado de Colégio Eleitoral.

O candidato que vencer em cada estado será representado no Colégio Eleitoral por uma chapa de delegados – o número de delegados estaduais é proporcional à população regional. Do total de 538 delegados eleitos, o candidato precisa do apoio de 270 para se eleger presidente.

Fonte: Com informações do G1