Estrada teria contribuído para acidente que matou ator Paul Walker na Califórnia, afirma família

Estrada teria contribuído para acidente que matou ator Paul Walker na Califórnia, afirma família

O enterro de Walker deve acontecer no próximo fim de semana em Los Angeles

A família de Paul Walker acredita que os sinalizadores de plástico existentes no asfalto da estrada pela qual o ator passava em Santa Clarita, na Califórnia, contribuíram para que o Porsche que Roger Rodas, amigo que dirigia em alta velocidade, batesse no último dia 30, causando sua morte.

Segundo o site "TMZ", eles procuraram especialistas que foram ao local do acidente e disseram acreditar que um carro a cerca de 90 km/h perderia a tração ao passar por vários desses sinalizadores, o que faria o motorista perder o controle. Eles afirmaram que seria como dirigir no gelo, e o fato de o Porsche ter pneus especiais de corrida também teria agravado a situação.

A fabricante do carro enviou um memorando para os concessionários em 2004, alertando sobre os problemas de controle com o modelo Carrera GT, alertando: "Você precisa estar ciente do tipo de superfície de estrada que você está. Este carro tem todas as desvantagens de um carro de corrida". De acordo com a publicação, a polícia ainda não sabe a causa exata do acidente, mas está observando se os sinalizadores teriam mesmo parcela de culpa na morte do astro de "Velozes e Furiosos".

O enterro de Walker deve acontecer no próximo fim de semana em Los Angeles, afirma o site "E!". Na segunda-feira, 9, a família retirou o corpo do Instituto Médico Legal (IML). O diretor de "Velozes e Furiosos 7", James Wan, ainda não sabe se manterá o material que foi filmado até agora com o ator ou se recomeçará o roteiro sem seu personagem, Brian O"Conner.

Entenda a morte do ator

O Departamento de Polícia de Los Angeles descartou no último dia 3, que Paul Walker e seu amigo Roger Rodas, mortos em uma batida no sábado, 30, estivessem participando de um "racha" pelas ruas de Santa Clarita, na Califórnia.

Em comunicado divulgado no site, a polícia diz, porém, que testemunhas mencioaram alta velocidade: "Os investigadores continuam com o trabalho de investigação e receberam depoimentos de testemunhas oculares de que o carro envolvido no acidente estava sozinho e em alta velocidade. Nenhuma testemunha nos contactou para dizer que havia outro veículo. A velocidade permitida na via do acidente é de 72 km/h".

Ainda segundo o comunicado, a polícia está tentando obter gravações de câmeras de segurança da região. O site "TMZ" divulgou no último dia 2, um vídeo que mostra o momento em que o bateu em um poste de luz. Nas imagens é possível ver que o local foi dominado por uma fumaça escura logo após a batida e que a polícia chegou minutos depois para interromper o trânsito na via.

A irmã do ator também negou que Paul pudesse estar envolvido em uma corrida de rua: "Eles absolutamente não estavam fazendo racha, isso é uma mentira", disse ela ao jornal "Daily Mail".

Correndo ou não?

As informações sobre como o acidente ocorreu ainda são desencontradas. Segundo o site "Radar Online", o carro estaria a 160km/h, o que bate com o relato das testemunhas à polícia de Los Angeles. Já o canal NBC News reportou que uma fonte policial disse que a velocidade do carro estava dentro do limite permitido.

Segundo a fonte, o carro andava a cerca de 65 km/h quando entrou na curva, onde o limite cai para cerca de 20km/h. Foi neste momento que Roger Rodas, que dirigia o veículo, teria perdido o controle.

Defeito mecânico

Uma pessoa que estava presente no momento em que Paul Walker e o amigo Roger Rodas saíram para dar uma volta no Porsche em que acabaram morrendo contou ao site "The Hollywood Reporter" que o objetivo do passeio não foi aproveitar o carro e sim testá-lo. A fonte, que não quis ser identificada, disse ter ouvido Rodas reclamar que o veículo estava "engasgando", quando o carro apresenta falha durante a aceleração.

"Quando eles estavam voltando com o Carrera para guardá-lo na garagem, ele começou a engasgar. Eu ouvi alguém dizer - acho que foi Roger - "Por que o carro está engasgando? Vamos levá-lo para dar uma volta no quarteirão". Aí Paul disse: "Deixa eu ir com você rapidinho. O principal motivo para eles saírem com o carro era porque perceberam que havia algo de errado", relembrou a fonte.

Além disso, fontes do site "TMZ" também alertaram para a possibilidade de falha mecânica do veículo. De acordo com informações do site, seria um vazamento de fluido de direção. Segundo fontes do site, foram vistas evidências de um fluido queimado e um rastro de óleo pouco antes do acidente acontecer.

Homenagem

O ator Vin Diesel visitou o memorial improvisado por fãs no local da batida e fez um discurso emocionado no local: "Eu só quero dizer para todos vocês que se meu irmão estivesse aqui agora e visse todo esse amor que vocês estão trazendo.... Se ele pudesse ver por si mesmo que todos vocês apareceram para demonstrar seu amor por ele... Vou guardar isso para sempre. Eu só quero dizer obrigado. Obrigado por virem até aqui e mostrarem a esse anjo que está no céu o quanto vocês gostavam dele".

O pai do ator também falou sobre a dor da perda: "Estou feliz por ter dito que o amava sempre que o via. E ele também fazia o mesmo. Seu coração era tão grande! Eu tive orgulho dele todos os dias de sua vida", disse aos prantos.

Fonte: EGO