Estupro coletivo em ônibus enfurece indianos e leva multidão às ruas para protestar contra

Estupro coletivo em ônibus enfurece indianos e leva multidão às ruas para protestar contra

Jovem de 23 anos foi estuprada por uma hora e jogada na rua; ela corre risco de morrer

As ruas da capital da Índia, Nova Déli, foram tomadas neste sábado (22) por uma multidão enfurecida em protesto contra um estupro coletivo ocorrido dentro de um ônibus no último dia 16. Houve confronto com a polícia e pelo menos dez pessoas ficaram feridas.

A vítima do estupro foi uma estudante de 23 anos, que está internada em estado grave desde o incidente, no domingo, e ainda luta para sobreviver. A jovem tem ferimentos graves na vagina e no intestino. Ela foi estuprada por uma hora, antes de ser jogada para fora do veículo, enquanto ele estava em movimento.

Cinco pessoas, incluindo o motorista do ônibus no qual ocorreu o ataque, foram presas. A polícia diz estar procurando ainda mais uma pessoa.

Durante a semana, vários protestos ocorreram na capital da Índia. Os manifestantes pedem punições fortes contra os estupradores.

Os manifestantes são estudantes em sua maioria e pedem pena de morte para os acusados, além de medidas de segurança para as mulheres.

A polícia foi obrigada a usar cassetetes, bombas de gás lacrimogêneo e canhões d?água para controlar os manifestantes neste sábado, que marchavam em direção ao palácio presidencial. Pelo menos dez pessoas ficaram feridas.

Com 16 milhões de habitantes, Nova Déli tem a maior taxa de violência sexual contra mulheres. Dados da polícia indicam que um estupro ocorre na cidade a cada 18 horas, enquanto outras formas de ataque acontecem a cada 14 horas.


Estupro coletivo em ônibus enfurece indianos e leva multidão às ruas para protestar contra ato

Fonte: r7