Família de vítima apoia professora que teve relação com jovem

Família de vítima apoia professora que teve relação com jovem

Líder de torcida acusada de abusar sexualmente de adolescente é liberada sob fiança

Sarah Jones, líder de torcida e professora de inglês em uma escola na cidade de Independence, em Kentucky, Estados Unidos, foi liberada nesta segunda-feira, sob fiança. Ela é acusada de abuso sexual em primeiro grau, por ter se envolvido com um dos alunos, um adolescente.

Segundo a ?ABC News?, a mãe de Sarah, Cheryl Jones, também está respondendo a um processo. Ela, que era diretora da escola onde a filha trabalhava, é acusada de ter acobertado o caso da filha com o aluno. As duas serão julgadas no dia 27 de junho, mas em audiência preliminar foi determinado que Sarah passe a usar uma tornozeleira eletrônica, para monitoramento.

Sarah precisou pagar R$ 20 mil em fiança, enquanto a mãe dela pagou cerca de R$ 5 mil pela liberdade. A líder de torcida está proibida de consumir bebida alcoólica e enviar mensagens de texto. Em audiência anterior, as duas pediram que a juíza Patricia Summe liberasse o contato com a suposta vítima ou a família dele, mas o pedido não foi concedido.

A família do menino que teve o relacionamento com Sarah esteve no tribunal, apoiando a professora. Mesmo assim, Sara Farmer, promotora responsável pelo caso, decidiu levar o processo adiante por, segundo ela, possuir provas suficientes para condenar a americana por se envolver com um menor de idade.

Sarah era capitã das líderes de torcida do Cincinnati Bengals, equipe de futebol americano.


Família de vítima apoia professora que teve relação com adolescente

Fonte: Extra