Filho de Kate e William, Príncipe George Alexander Louis é batizado em Londres

Filho de Kate e William, Príncipe George Alexander Louis é batizado em Londres

O arcebispo de Cantebury, reverendo Justin Welby, foi o responsável por batizar o príncipe de três meses

O Príncipe George Alexander Louis, primeiro filho de Kate Middleton e do Príncipe William, foi batizado nesta quarta-feira (23) no Palácio de St. James em Londres, na Inglaterra. A cerimônia começou às 15h do horário local (12h no horário de Brasília) e durou cerca de 35 minutos.

O arcebispo de Cantebury, reverendo Justin Welby, foi o responsável por batizar o príncipe de três meses, que é terceiro na linha de sucessão ao trono real, atrás apenas do pai e do avô, Príncipe Charles. O batismo é necessário para todos aqueles na linha de sucessão, uma vez que o monarca torna-se também o chefe da Igreja Anglicana.

William e Kate, que usou um conjunto off-white Alexander McQueen para a ocasião, segundo o "Daily Mail", chegaram com o filho por volta das 14h30. A BBC informou que eles disseram estar "muito animados". O Príncipe Charles foi um dos primeiros a chegar, por volta das 13h20.

A Rainha Elizabeth II chegou pouco antes do horário marcado para a cerimônia, por volta das 14h50. O jornal "Daily Telegraph" relatou que ela foi recebida com a Saudação Real, feita pelos guardas reais de St. James.

A cerimônia

Para a celebração, os Duques de Cambridge escolheram quatro hinos religiosos, "Breathe on Me, Breath of God", "Be Thou My Vision", "The Lord Bless You and Keep You" e "Blessed Jesu! Here we Stand", que foi composto para o batismo de William, em 1982. As duas últimas canções foram interpretadas pelo coral da Capela Real de Sua Majestade.

As músicas de órgão tocadas no evento foram "Fantasia in G", de Bach, e "Toccata from Symphony Nº 5", de Widor.

Também houve duas leituras da Bíblia na cerimônia. Pippa Middleton, irmã de Kate, leu os versículos 15 a 17 do capítulo 18 do evangelho de São Lucas. Já Harry, irmão de William, leu os versículos 1 a 5 do capítulo 15 do evangelho de João.

No discreto evento, só familiares e amigos próximos de Kate e William estiveram presentes. Segundo o "Telegraph", haviam 22 convidados, incluindo a Rainha Elizabeth II e seu marido, o Príncipe Philip; o Príncipe Charles e sua mulher Camilla Parker-Bowles; o Príncipe Harry; os pais de Kate, Carole e Michael; e os irmãos da Duquesa, Pippa e James.

Os Duques de Cambridge escolheram sete padrinhos para o batizado, entre parentes e amigos de seu círculo íntimo: Zara Tindall, prima de William; Jamie Lowther-Pinkerton, secretário pessoal do casal; Julia Samuel, amiga próxima da princesa Diana, mãe de William; Oliver Baker, amigo de universidade de William e Kate; Emilia Jardine-Paterson, amiga de colégio de Kate; William van Cutsem, amigo de longa-data da família real; e Hugh Grosvenor, filho do Duque de Westminster.

Para o batismo, George usou uma réplica do traje de seda e renda criado para a filha da Rainha Victoria em 1841. O traje tornou-se tradição na família real e foi usado até 2004, no batismo de Lady Louise Windsor. Em 2008, a Rainha Elizabeth II encomendou uma réplica, para que o original pudesse ser preservado.

A pia batismal usada na celebração também data da época da Rainha Vitória, tendo sido feita especialmente para o batizado do primeiro filho dela. A água foi trazida do rio Jordão, no Oriente Médio.

Após a cerimônia, os convidados se dirigiram para uma pequena recepção na Clarence House, residência oficial de Charles, Príncipe de Gales, e sua mulher. Lá, de acordo com a BBC, eles devem comer o topo do bolo de casamento de William e Kate, que estava congelado.

Discrição

Na segunda aparição pública do Príncipe George, que posou para fotos com seus pais ao deixar a maternidade um dia após seu nascimento, em 22 de julho, Kate e William optaram por quebrar protocolos e realizar uma cerimônia mais privada.

A escolha do casal se reflete na escolha do Palácio de St. James, já que a maioria das altas figuras da realeza foram batizadas Palácio de Buckingham, assim como William, Charles e a própria Rainha Elizabeth II. A princesa Beatrice, prima de William, foi a última criança da família real batizada no palácio de Saint James, em 1988.

"Eu acho que eles não querem ser exageradamente reais, exageradamente ricos ou exageradamente formais. Eles só querem batizar seu filho", diz Penny Junor, uma das biógrafas da família real.

Os pais têm se esforçado para evitar a exposição de George na mídia. A última vez em que se divulgou publicamente uma foto do bebê ? que tem três meses de idade ? foi em agosto.

Por isso, há muito interesse de jornais e revistas nas fotos que serão divulgadas agora. Uma delas, em especial, é muito aguardada: a da rainha com seu filho Charles, o neto William e o bisneto George.

Será a fotografia com o maior número de pessoas da linhagem de sucessão do trono ao lado do monarca desde julho de 1894. A imagem será feita pelo fotógrafo de Hollywood Jason Bell, que teria sido escolhido após entrevistas realizadas por William e Kate com vários candidatos.

Bell, de 44 anos, é um fotógrafo premiado conhecido por retratos de celebridades como o músico Paul McCartney, o jogador de futebol David Beckham, o ator Daniel Craig e estrelas de Hollywood como Johnny Depp e Nicole Kidman.

Presente italiano e cartão gigante

Os Duques de Cambridge receberam nesta quarta-feira em sua residência chocolates de Modica, produto artesanal italiano. As barras de chocolate foram embrulhadas em papel especial dedicado ao batismo.

O chocolate foi produzido pelo Mestre Ignazio Iacono, em respeito a tradicional receita de 1746, utilizando pasta de cacau do Equador, açúcar italiano, baunilha do Madagascar e canela do Sri Lanka. O presente foi acompanhado por uma mensagem de felicidade pela ocasião.

George ainda recebeu antes da cerimônia um cartão gigante com mais de 5 mil assinaturas de fiéis cristãos por ocasião de seu batismo. O cartão foi entregue pelo diretor-executivo da rádio Premier Christian, Peter Kerridge.

A carta, segundo informou Kerridge na última segunda-feira, tem a mensagem: "A bênção mais rica de Deus no dia de seu batismo", como forma de os fiéis manifestarem os bons votos para George de Cambridge.

Moeda comemorativa

No início de outubro, a Casa da Moeda Britânica (Royal Mint) lançou uma moeda comemorativa em homenagem ao batismo de George.

A moeda foi feita em duas versões. A de ouro, que faz parte de uma edição limitada, será vendida por 50 mil libras esterlinas (cerca de R$ 177 mil). Mais econômica, a de prata, chamada "Brillant Uncirculated", custará 13 libras esterlinas (cerca de R$ 46).

Nas medalhas estarão impressas o símbolo oficial da Torre de Londres, dois querubins tocando harpa, e a frase real em latim "Dieu et mon droit" (Deus é meu direito, em português).

Antes de ser criada, o desenho da moeda comemorativa teve que ser aprovado pelo casal real. Também contou com a aprovação da rainha Elizabeth II da Inglaterra, como também do chefe do Tesouro, George Osborne.

Fonte: UOL