Fuzileiro naval supera perda de perna em guerra e vira modelo

Fuzileiro naval supera perda de perna em guerra e vira modelo

Depois que saiu do hospital, o norte-americano caiu numa depressão profunda

O filme Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1 estreia apenas em novembro, então dará tempo suficiente de um novo galã bombar daqui pra lá e (quem sabe) até roubar a cena de musos como Josh Hutcherson e Liam Hemsworth. Estamos falando de Alex Minsky, que entra na trama como um lenhador rebelde e tatuado que tem tudo para deixar a mulherada sem fôlego. Como não resistimos a curiosidade, traçamos um perfil do bonitão de 25 anos, a seguir:

O fim de um sonho

Em 2009, quando ainda era fuzileiro naval, Alex foi atingido por uma bomba no Afeganistão e passou 58 dias em coma e 17 meses no hospital. Sua mandíbula inferior estava quebrada em quatro lugares diferentes, seu braço foi despedaçado e sua perna direita foi arrancada logo abaixo do joelho. Devido ao traumatismo craniano, um tubo de plástico em sua traqueia era a única coisa que o mantinha vivo. "Minhas lesões cerebrais eram tão graves que pensei que ia vegetar para o resto da minha vida", disse em entrevista para o The Daily Beast. "Eu tive que reaprender a andar, a falar, até mesmo memorizar as lembranças. Isso foi um grande problema. Não é como nos filmes em que você acorda e já vai falando."

Depois que saiu do hospital, o norte-americano caiu numa depressão profunda. Sem trabalho, sem a perna e após o irmão falecer, o único conforto que ele encontrava era no álcool e nas drogas. Depois de dirigir embriagado três vezes em menos de três meses, um tribunal ordenou que ele fosse para a reabilitação.

E o recomeço

Para manter a cabeça ocupada, Alex malhava duas vezes por dia, seis dias por semana. Foi na mesma academia que conheceu o fotógrafo Tom Cullis, que ficava admirado com a beleza do rapaz treinando apenas com uma perna ou apoiando a outra em uma bola de pilates. De imediato, Cullis abordou o ex-fuzileiro para convida-lo a fazer um ensaio fotográfico. Alex hesitou, achando que estava levando uma cantada. Mas após muita insistência do fotógrafo, ele topou e modelou para a linha atlética da marca Rufskin. "Nunca pensei que algum dia na vida fosse ser modelo. Mesmo antes de acidente, nunca foi um sonho ou objetivo", contou o bonitão em vídeo de making of da campanha. Mal sabia ele o sucesso que iria fazer: durante o ano seguinte, suas fotos se espalharam na web e foram só sucesso. Tanto que a badalada revista gay australiana DNA as divulgou e...o resultado? Bom, além de se tornar sensação também entre o público gay, Alex já clicou várias outras campanhas de underwear.

"Ele dá às pessoas a esperança", disse o fotógrafo Cedric Terrell, ele próprio um ex-fuzileiro naval, em entrevista ao The Mirror. "Modelos que trabalham na passarela são feitos para se misturar entre si. Mas ele é uma personalidade. As pessoas estão projetando sessões de fotos ao seu redor?. O sucesso nas redes sociais é um caso a parte: com uma fanpage que conta com mais de 200 mil seguidores e um perfil no Instagram seguido por mais de 20 mil pessoas, os elogios a Alex são unanimes: ?pra quê perna??, ?quem sentiu falta de alguma coisa aí?? e ?pra mim ele é completo, parece feito à mão? são alguns dos milhares de comentários que surgem. E olha, a gente não discorda, viu?

Hollywood é o limite!

Comparado pela crítica internacional como ?o próximo Marlon Teixeira?, Alex diz ter os pés no chão. ?É tudo em nome da minha sobriedade, nada de me deslumbrar?, confessou ao jornal The Metro. No entanto, parece que seu corpo escultural (repleto de tatuagens que o próprio já revelou ter perdido as contas), sorriso sexy e sua desenvoltura diante das câmeras, não têm passado despercebido. Tanto que agora ele foi anunciado pela produtora Lionsgate como um dos destaques do filme Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1, que estreia dia 21 de novembro nos cinemas. O papel: um lenhador rebelde com cara de mau. A melhor parte dessa história: como a própria foto de divulgação promete, não faltarão muitas cenas de Alex sem camisa, com as tattoos e o belo peitoral à mostra. Pronto, já podem suspirar, meninas!





Fonte: Glamour