Garoto de 9 anos foge após seus pais torturarem por 1 ano e tentarem matá-lo

Um garoto de apenas 9 anos, filho de Jorge Estrella, e também criado pela madrasta Aide Estrella

Um casal do Texas, EUA, está enfrentando múltiplas acusações.

Um garoto de apenas 9 anos, filho de Jorge Estrella, e também criado pela madrasta Aide Estrella, foi encontrado tão desnutrido que enfrentou risco potencial de morrer.

De acordo com os registros do tribunal obtidos pela ABC13, a madrasta começou a prender e abusar do garoto quando ele tinha apenas 8 anos. Ela o acusou de roubar um anel e resolveu queimar seu braço na chama de um fogão como forma de vingança.

Seu pai sabia de todas as agressões, mas permitia os métodos aplicados por Aide. Ele ainda era eletrocutado com uma máquina de dar choques, queimado diversas vezes ao longo dos dias e trancado constantemente em um pequeno armário por, pelo menos, 6 meses.

Durante os dias trancados, ele afirmou que era proibido de ir à escola, era alimentado uma vez por dia e, de tanta sede que sentia por falta de água, bebia sua própria urina.

O garoto conseguiu escapar por uma janela do andar de cima e fugiu para a casa do vizinho, de acordo com informações divulgadas pelo Chron News: ?Eu acho que é horrível. Eu estou em estado de choque?, disse Gentry, vizinho que socorreu o garoto. ?Eu simplesmente não posso acreditar que alguém tranque uma criança em um armário e o deixe privado de comer?.

O menino era apenas um dos seis filhos que viviam na residência no momento da prisão, segundo as autoridades.

Aide foi presa e precisa pagar uma fiança de quase R$ 400 mil se quiser enfrentar o julgamento em liberdade. Jorge, o pai, teve uma fiança orçada em pouco mais de R$ 260 mil.

A criança foi colocada em um orfanato pelo Serviço de Proteção da Criança, juntamente com os outros irmãos, para adoção.

Fonte: ABC