Garoto tem ideia milionária e vira o CEO mais jovem dos EUA

Criou máquina de vendas automáticas para kits de primeiros socorros

Quem quer ser um bilionário? Taylor Rosenthal, um garoto americano de apenas 14 anos, está ganhando a atenção de algumas das principais publicações sobre economia e negócios dos Estados Unidos nas últimas semanas.

O motivo? Taylor criou uma máquina de vendas automáticas para kits de primeiros socorros que já recebeu US$ 100 mil (R$ 360 mil) em investimentos iniciais e lhe rendeu até uma proposta de compra de US$ 30 milhões (R$ 108 milhões), quantia que ele recusou, por acreditar que o negócio vale no mínimo US$ 50 milhões (R$ 180 milhões).

A ideia surgiu durante uma feira estudantil sobre novas oportunidades de negócio da qual ele participou. Tendo em mente que boas ideias geralmente são simples, Taylor, que faz parte do time de beisebol de sua escola, lembrou que nos campeonatos em que jogou algumas mães tinham dificuldade em encontrar curativos e outros itens de primeiros socorros quando seus filhos se machucavam durante as partidas.

A princípio ele cogitou criar uma loja pop up para comercializar exclusivamente os produtos nos eventos, mas desistiu por conta dos custos com salários de funcionários que teria. Foi a partir daí que ele decidiu criar uma máquina automática de vendas, que exclui os custos e ainda permite a venda de publicidade em seu exterior.

O projeto da máquina, já patenteado, contou com o apoio dos pais dele, que trabalham na indústria médica.Batizada RecMed, a máquina é decorada com as cores da bandeira da escola de Taylor e custa US$ 5,5 mil, e ele acaba de fechar um pedido de 100 unidades, que serão compradas pela rede americana de parques temáticos Six Flags, a maior do mundo. A rede de televisão ABC o chamou de “o CEO mais jovem da América”, e disse que ele é “possivelmente um bilionário em seus primeiros passos”. Que tal?

Taylor Rosenthal (Crédito: Divulgação)
Taylor Rosenthal (Crédito: Divulgação)


Fonte: Glamurama