Gêmeas siamesas são separadas em cirurgia de risco realizada por mais de vinte médicos

Gêmeas siamesas são separadas em cirurgia de risco realizada por mais de vinte médicos

A fotografia exibe as horas iniciais da cirurgia de risco, realizada em Hunan, na China. A fotografia exibe as horas iniciais da cirurgia de risco,

Um time de mais de vinte médicos realizou uma operação para separar Zheng Qianvan e Zheng Wanyu, que nasceram unidas pela cavidade do coração. A fotografia exibe as horas iniciais da cirurgia de risco, realizada em Hunan, na China.

As meninas tinham apenas 43 dias de vida quando foram submetidas ao procedimento, em 11 de janeiro. Além de estarem unidas, apresentavam uma doença congênita no coração. Após a cirurgia, os bebês permaneceram na UTI por uma semana, para evitar qualquer infecção, que poderia ser fatal, segundo informações do jornal britânico Daily Mail.

A equipe do Children?s Hospital de Hunan, liderada pelo doutor Zhu Yjmin, realizou o procedimento médico com sucesso. As gêmeas foram liberadas para casa nesta quarta (15). De acordo com o jornal, casos de gêmeos siameses variam de 1 para 50 mil até 1 para 100 mil nascimentos.

Fonte: Crescer