Governo acusa direita de criar boatos sobre saúde de Hugo Chávez

Governo acusa direita de criar boatos sobre saúde de Hugo Chávez

O vice-presidente venezuelano, Elias Jaua, disse que a oposição está criando boatos sobre a saúde de Hugo Chávez

O vice-presidente venezuelano, Elías Jaua, acusou neste sábado a direita política de estar "enlouquecida" e inventar histórias sobre a saúde do líder Hugo Chávez, que passou por cirurgia em Cuba há duas semanas e ficou dias sem fazer seus habituais comentários na mídia e no Twitter.

"A direita nacional e internacional anda enlouquecida, inclusive falando da morte do presidente", denunciou o vice-líder em um ato oficial transmitido pela televisão estatal venezuelana, após o jornal americano "El Nuevo Herald" apontar a saúde de Chávez em estado crítico.

Jaua afirmou que a direita tem agido "como no 11 de abril", referindo-se ao dia 11 de abril de 2002, quando um golpe de Estado derrubou Chávez do poder durante 48 horas. Segundo ele, os direitistas "não perdem a oportunidade de se desmascarar e mostrar seu caráter profundamente antidemocrático".

"Sabem que não conseguem ganhar eleições de nosso comandante Hugo Chávez, por isso sempre andam à espera de qualquer situação para tentar dar um golpe", ressaltou Jaua. Segundo ele, Chávez "está se recuperando para seguir a batalha".

"Já se passaram os tempos dos golpes da direita na Venezuela. Aqui há um povo com uma consciência blindada e com uma coragem para defender sua revolução, para defender o mandato do presidente Hugo Chávez e a soberania e a independência nacional", acrescentou.

Após 12 dias de silêncio desde que foi internado em um hospital de Havana para tratar um abscesso pélvico, Chávez publicou neste sábado várias mensagens pelo microblog Twitter.

Neste domingo, no entanto, o jornal "El Nuevo Herald" de Miami noticiou que o líder venezuelano estaria em "um quadro clínico crítico", com base em "fontes da inteligência americana".

Fonte: Folha.com