Homem admite: abusou da filha de 3 anos tantas vezes que perdeu a conta

Enquanto o marido mantinha relações com a filha, a mãe afirmou que segurava a mão da menina

Um homem, de Michigan, nos Estados Unidos, admitiu ter molestado e abusado sexualmente da filha, de apenas três anos, ?tantas vezes que não consegue se lembrar?. Os abusos teriam começado no ano passado e continuado a acontecer até maio deste ano.

Enquanto o marido mantinha relações com a filha, a mãe afirmou que segurava a mão da menina para que ?não doesse tanto?, segundo informações do tabloide britânico Daily Mail.

Durante depoimento, a mãe também disse que tentou impedir o marido de abusar sexual e fisicamente dos filhos, mas ele teria agarrado sua garganta e ameaçado jogá-la pela janela, caso ela pedisse ajuda.

Além de ser acusado de abusar sexualmente da filha, o homem também foi indiciado por tirar fotografias pornográficas da menina e obrigá-la a assistir filmes de pornografia infantil. No período em que teriam ocorrido os abusos, o casal e os dois filhos viviam no hotel Avalon.

A polícia só foi chamada após receber uma denúncia de que havia sido notado um ?comportamento sexual? na menina, que falava sobre sexo e sobre filmes pornográficos.

O homem, que não teve seu nome revelado para proteger a identidade da criança, disse à polícia que ele é um "viciado em sexo" e tem problemas de jogo. Ele também afirmou que sofreu abusos sexuais quando criança, assim como sua esposa.

Ele escreveu uma carta de desculpas para a filha: "Se você está lendo isso eu estou morto ou na cadeia. Eu não sou orgulhoso de estar aqui. Eu também fui tocado quando era uma criança e reprimi essa memória o quanto eu podia. Quando nos mudamos, o pesadelo voltou e eu injustamente descontei em você. Eu sinto muito pelo que eu fiz e espero que você tenha uma vida feliz".

Fonte: r7