Homem ameaça chefe dizendo que é "Coringa verdadeiro" e vai preso

Homem ameaça chefe dizendo que é "Coringa verdadeiro" e vai preso

Prescott ameaçou seu chefe em duas ligações telefônicas, em que Prescott dizia estar chateado por perder o emprego e que “era o verdadeiro Coringa.

A polícia do Estado de Maryland confirmou a prisão de um homem após ameaças feitas por ele fazendo referências ao Coringa, vilão do filme Batman. Segundo a NBC News, Neil Edwin Prescott, de 28 anos, foi detido e a polícia local encontrou diversas de armas em sua casa.

De acordo com os oficiais, Prescott ameaçou seu chefe em duas ligações telefônicas, em que Prescott dizia estar chateado por perder o emprego e que ?era o verdadeiro Coringa e ia explodir todo mundo?.

Julie Parker, porta-voz da polícia do Condado de Prince George, afirmou que as autoridades ?frustraram uma ameaça terrorista? ao prender Prescott.

Segundo representantes da Pitney Bowes, a empresa em que Prescott trabalhava, o americano realmente foi demitido, mas o motivo de sua demissão não foi revelado.

Uma pesquisa feita pela polícia revelou que Prescott tinha 13 armas registradas em seu nome. Na casa do americano, foram encontradas 25 armas, inclusive rifles semiautomáticos, pistolas e um enorme estoque de munição. Quando os policiais chegaram à casa de Prescott, ele usava uma camiseta que dizia ?Armas não matam pessoas. Eu mato?.

Prescott ainda não foi indiciado pelas ameaças e passa por uma avaliação psicológica no centro médico local.

As ameaças feitas por Prescott foram levadas a sério pelas autoridades americanas, que trabalham para evitar que possíveis ataques voltem a acontecer após o massacre no cinema na cidade de Aurora, onde James Holmes abriu fogo contra a plateia na estreia do mais novo filme da série Batman. Após o crime, Holmes afirmou à polícia que ?era o Coringa?.

Fonte: r7