Homem bate carro ao fazer sexo ao volante e mata 2 mulheres

Jovem que estava com ele e condutora de outro veículo morreram.

Um homem de 24 anos foi condenado pela morte de duas mulheres em um acidente de trânsito em Minneapolis, nos Estados Unidos. Mark Anders Chalin foi acusado de fazer sexo enquanto dirigia no momento do acidente. A mulher que estava com ele e a motorista de outro carro, que foi atingido na colisão, morreram, segundo a emissora "CBS".

Segundo as autoridades, Chalin dirigia um Chevy Cobalt quando bateu em outro carro. Ele alega não se lembrar dos momentos anteriores ao acidente, mas testemunhas relataram que uma das vítimas, Amber Menezes, de 23 anos, estava sentada em seu colo, com as pernas em volta de seu corpo, bloqueando sua visão da pista.


Homem bate carro ao fazer sexo ao volante e mata 2 mulheres

As investigações apontaram que o veículo de Chalin estava a uma velocidade entre 96 e 104 km/h, enquanto o outro veículo seguia a cerca de 30 km/h. De acordo com a perícia, o jovem não freou o carro antes da colisão.

Além de Amber, a motorista do outro veículo, Jonna Martin, de 35 anos, também morreu.

Chalin se declarou culpado pelo acidente, e disse que trocaria sua vida pelas duas mulheres. Ele foi sentenciado a pelo menos quatro anos de prisão nesta segunda-feira (10).

Fonte: G1