Homem-bomba de Paris tinha apenas 20 anos e vivia vida de playboy

Acredita-se que Hadfi tenha viajado até a Síria após os ataques

O perfil do homem-bomba que explodiu um cinto de explosivos do lado de fora do Stade de France na última sexta-feira (13) revela que o jovem Bilal Hadfi vivia uma vida de luxo.

Hadfi, um francês de origem marroquina de apenas 20 anos de idade, publicava imagens de armas, pilhas de dinheiro e em resorts em sua conta da rede social.

Acredita-se que Hadfi tenha viajado até a Síria para lutar ao lado do Estado Islâmico uma semana após os ataques ao semanário satírico Charlie Hebdo, em janeiro deste ano.

Hadfi teria alegado que o atentado fazia sentido porque o jornal teria "insultado a sua religião". Ele foi um dos três terroristas que tentaram entrar no Stade De France, onde as equipes de França eAlemanha disputavam uma partida de futebol .

Ele não conseguiu passar pela segurança do local e explodiu a si mesmo do lado de fora do estádio . O ataque fez parte de uma série de atentados coordenados que abalaram a cidade de Paris e deixaram pelo menos 129 mortos.

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do R7