Irã:Homem é condenado a ter os olhos arrancados após por ácido em jovem

O Conselho Nacional do Irã defendeu a sentença de cortar ou remover partes do corpo de quem fosse considerado culpado de um crime

Um homem iraniano deve ser condenado a ter os olhos arrancados, a orelha direita e o nariz cortados, depois de derramar ácido intencionalmente sobre o rosto de uma jovem deixando-a cega e sem uma das orelhas. A sentença foi decidida por um tribunal iraniano.

O Conselho Nacional do Irã defendeu a sentença de cortar ou remover partes do corpo de quem fosse considerado culpado de um crime, como parte do sistema judicial do país.

No mês passado, outro homem iraniano foi condenado a ter uma mão e um pé cortado como punição por um crime ainda não especificado. Esse é apenas um dos 95 casos que estão sendo analisados no Irã este ano.

O aumento dramático no uso da pena de morte tem esperanças frustradas no diz respeito à reforma dos direitos humanos no governo do presidente Hassan Rohani, afirmou a ONU no início deste ano.

No ano passado, o Estado do Irã executou 625 pessoas, incluindo pelo menos 28 mulheres e duas crianças, por condenações de crimes.

Fonte: DailyMail