Homem é suspeito de matar mulher e cozinhar seu corpo

Polícia encontrou cabeça de Anna Faris, 73, no congelador do casal.

Um homem de 68 anos se declarou inocente de matar sua esposa depois que a polícia encontrou a cabeça decepada e partes do corpo dela cozinhando na residência do casal no sul da Califórnia, EUA.


Homem é suspeito de matar mulher e cozinhar seu corpo

A polícia diz que eles responderam às reclamações dos vizinhos sobre um mau cheiro vindo da casa, em Vista, na sexta-feira (16). Um policial que entrou na casa por uma janela disse que viu no fogão três panelas contendo partes de Anna Faris, 73. A cabeça dela estava no freezer.

Os agentes encontraram uma área de serviço no banheiro da casa com serras e outros instrumentos de corte, além de ossos recém-cortados espalhados pela casa.

O suspeito, Frederick Hengl, foi encontrado pouco tempo depois em um bar próximo. O vice-procurador distrital Katherine Flaherty diz que não há evidências de canibalismo neste momento.

O jornal "UT San Diego" relata que o homem, Frederick Hengl, fez a defesa nesta quarta-feira (21). A pena dele pode ir de 25 anos de prisão à perpétua se ele for condenado por todas as acusações.

Ele permanece preso sob fiança de US$ 5 milhões (R$ 10,49 milhões).

De acordo com a publicação, os vizinhos do casal descrevem Anna Faris como uma mulher perturbada que raramente tomava banho e que sempre usava a mesma roupa. Ela às vezes andava pelas ruas com uma faca de cutelo, relatam.

Eles também disseram ter visto Frederick saindo com roupas e maquiagem femininas.

Fonte: G1